Cinco Razões para ouvir os sonhos dos seus filhos!


As crianças muitas vezes dizem que ninguém os ouve quando elas querem falar sobre seus sonhos. Infelizmente, horários e pressionados por um desinteresse cultural em sonhos significa que muitos pais dão pouca atenção para estes sonhos de criança.

Aqui estão cinco razões pelas quais os pais podem querer encontrar alguns momentos para ouvir atentamente as expedições de seus filhos ao mundo dos sonhos todas as noites.

1. Sonhar faz parte da experiência humana.
Centistas já comprovaram que todos os mamíferos sonham, e que, as crianças passam mais tempo sonhando do que nós adultos. Na verdade neurocientista J. Allan Hobson calculou que com a idade de 70 anos, a maioria dos adultos terá passado seis anos de suas vidas sonhando. Que é uma parte significativa da nossa vida a ignorar!
 
2. Sonhos pode ser divertido.
Crianças sonham regularmente sobre coisas que eles amam como amigos, família, animais , celebridades favoritas e personagens de desenhos animados e gostam de falar sobre as aventuras e peripécias realizadas nos sonhos.

3. Algumas crianças podem ter sonhos importanes.
Como psicanalista Carl Jung observou, muitos sonhos significativos ocorrem na infância. Pesquisas recentes com crianças mostram que muitos experimentam pelo menos um sonho que é altamente significativo e pode moldar seus pensamentos e ações.


4. Pesadelos são assustadores.
No entanto, os pesadelos são uma parte normal do sono infantil. Crianças precisam entender e dar um sentido a eles e vai precisar de sua ajuda. Embora seja tentador tranquilizá-los e dizer que o monstro no pesadelo não é real, ele certamente vai falar que é real para eles e percebendo que ninguém o intende, pode iniciar o medo de ir dormir. Tente pedir-lhe para desenhar as imagens e depois tirar uma versão diferente, com um final mais feliz.

5. As crianças só querem compartilhar com você.
Assim como as crianças estão ansiosas para compartilhar seus pensamentos, sentimentos e o que elas fazem ao longo do dia, muitas vezes ficam ansiosos para dizer o que elas vivenciam em seus sonhos. Ouvir vai significar muito para eles e pode unir mais vocês.

É claro que é importante não pressionar as crianças em dividir seus sonhos pois elas podem não querer, ou podem ter dificuldade em recordar. Pressão indevida só produz desavenças entre vocês. Neste mundo ocupado, fica difícil ter um tempo e pedir para as crianças prestar atenção em seus sonhos. Da mesma forma, é comum sem querer excluir o sonho de uma criança e dizer que é "apenas imaginação". Mas tomando algum tempo para explorar os seus sonhos com eles, você vai ter o privilégio de entrar uma parte importante e muitas vezes invisível de sua vida.

Kate Adams, Ph.D. , é professor sênior da Bishop Grosseteste University College Lincoln, Inglaterra.

2 comentários:

thais maia disse...

Muito bom!
Parabens e obrigada!

Simone Barbosa Pasquini disse...

Obrigada Thais! :)