Lembrar da infância estimula comportamento ético

Pesquisa recente mostra que recordar das primeiras experiências de vida instiga valores pessoais

© Mangostock/Shutterstock

 
Evocar experiências dos primeiros anos de vida aguça o senso de moral, revela um estudo da Universidade Harvard. Em uma série de experimentos, as pesquisadoras Francesca Gino e Sreedhari Desai observaram que voluntários que se lembraram da infância antes dos testes se mostraram mais inclinados a participar gratuitamente de outra pesquisa, a julgar pessoas desonestas com mais rigidez e a doar dinheiro. O efeito foi independente do conteúdo das recordações, isto é, se as vivências eram positivas ou negativas.

“Esse tipo de memória parece instigar a pureza moral e valores pessoais”, observam as pesquisadoras em artigo publicado no Journal of Personality and Social Psychology, ressaltando que, em outras pesquisas, voluntários que se lembraram da adolescência se mostraram mais flexíveis com os erros alheios e menos dispostos a ajudar. Elas sugerem que distribuir cartazes que estimulam a lembrar da infância em espaços de grande circulação, como metrô, ou decorar ambientes com objetos que lembram esse período, pode incentivar as pessoas a agir de forma mais respeitosa consigo mesmas e com os outros.
 

Comentários

Mais Visitados