Seja adulto ao corrigir seu filho

Pais não devem esquecer que são os adultos
Shutterstcker
Castigo por atitude errada tem de ser feito pensando na formação do jovem, e não simplesmente em uma retaliação
 
Nem sempre os pais acertam na hora de corrigir uma atitude errada dos filhos, mas uma história que a psicóloga Rosely Sayão ouviu em sua coluna na BandNews FM é bastante curiosa.

Um casal confiscou o celular de sua filha adolescente por causa de uma malcriação e, como castigo, os dois adultos tiraram fotos fazendo caretas, depois postaram os arquivos na internet através do aparelho.

O problema é que uma das imagens virou um sucesso na web, causando um constrangimento para a menina.

“Eu fico me perguntando quem são os adultos desta relação”, lamentou a educadora após escutar o relato. “A reação deles não foi nem um pouco adulta, nem um pouco educativa”, criticou.

Rosely lembrou que, quando os filhos fazem algo que não deveriam, uma punição deve aplicada como bom senso, para que eles conheçam limites. “É assim que o adolescente amadurece, entendendo que quando ele faz alguma coisa, algo ele produz”, explicou.

“Agora esse tipo de reação (dos pais) é muito adolescente. Eu acho que eles inverteram os papéis e isso não educa a jovem, ao contrário: vai ficar com raiva, vai se sentir humilhada e isso não contribui em nada para a formação dela”, alertou a psicóloga.

Segundo Rosely, o impulso que tomou conta do casal é normal em muitos pais. Por isso, ela sempre os aconselha a lembrarem-se de que são eles quem norteiam a relação com os filhos.

“Eu sempre oriento os pais a ficarem pensando o tempo todo: eu sou o adulto da relação, eu sou o adulto da relação”, completou a especialista em educação.
 
Fonte: Band

Comentários

Mais Visitados