Pediatras reforçam a importância das férias

Para entidade americana, as crianças nunca devem ser privadas do tempo livre das atividades acadêmicas, como as férias e os intervalos entre aulas
 
 
As férias escolares e também a "hora do recreio" são essenciais para um bom desenvolvimento da criança e é crucial que os estudantes não sejam privados, por qualquer motivo, desse tempo de descanso. Estas são as recomendações da Academia Americana de Pediatria (AAP) presentes em um artigo publicado na edição desta semana da revista Pediatrics. Para os médicos, ainda, essas pausas são importantes para que o jovem desenvolva outras habilidades além das acadêmicas, como a comunicação, a cooperação e a partilha.
 
“Há uma pressão nas escolas para que as crianças tenham um desempenho cada vez melhor em provas, e muitas vezes o tempo livre, tanto as férias quanto os recreios, são tirados do estudante como forma de puni-lo”, diz o pediatra Robert Murray, um dos autores das recomendações. Ele afirma que, assim como o recesso não deve ser tirado da criança como forma de punição, também não deve ser permitido como forma de recompensa por alguma coisa.
 
“Os intervalos da sala de aula são essenciais para o aprendizado e crescimento pessoal da criança”, diz Murray. Ele explica que, assim como os adultos, as crianças também precisam de um tempo para processar informações novas e complicadas. “O tempo livre promove um ambiente de aprendizagem saudável e deve ser aplicado como um complemento a aulas como Educação Física ou Artística, e não um substituto”, afirma Catherine Ramstetter, outra pediatra que assinou as recomendações.
Fonte: Veja

Comentários

Mais Visitados