Encoprese Infantil



O que é Encoprese Infantil?
Também conhecida como incontinência fecal ou escape fecal, encoprese é o vazamento involuntário das fezes na roupa íntima sem que a criança perceba. Geralmente ocorre em local socialmente inadequado. O diagnostico ocorre após a idade do treino ao toalete (geralmente com mais de 4 anos). Comumente a encoprese é associada à constipação crônica, ou seja, uma vez a criança se torna constipado, torna-se alvo fácil para adquirir encoprese. É importante ressaltar que há a encoprese não orgânica, adquirida após um período estressor, um trauma. Embora encoprese ocorra igualmente em meninos e meninas em idade escolar, é importante ressaltar que é três a seis vezes mais comum em meninos.
Encoprese não é uma doença, mas sim um sintoma que pode ter diferentes causas. Para entender encoprese, é importante também entender a constipação.

O que é constipação?
Constipação é um problema muito comum entre as crianças. Uma criança é considerada constipada quando ela tem menos de três evacuações por semana, além da dificuldade em ter o movimento de entranhas, ou quando as fezes são duras, secas e invulgarmente grande. Quando a criança experiência pela primeira vez a dolorosa fezes dura, ela em seguida, realizar movimentos com seus esfíncteres (válvula muscular que controla a passagem de fezes para fora do ânus) para impedir sentir a dor novamente. Isso cria um ciclo que faz a constipação continuar e tornar-se pior, que por sua vez, ocorre uma grande impactação fecal.

E como começa a Encoprese?
Quando ocorre a impactação da grande massa de fezes, inicia o vazamento ao redor, sem a criança perceber ou ser capaz de mantê-lo dentro, pois os nervos não estão mais enviando os sinais que regulam a defecação.
Para ocorrer essa impactação, é necessário entendermos melhor porque ocorre o primeiro cocô duro? O que será que aconteceu?
Há diversas formas de responder esta questão como dietas inadequadas, doenças, estilo de vida, diminuição da ingestão de líquido, medo do vaso sanitário durante o ensino do toalete, retirada da fralda precoce, acesso limitado ao banheiro, eventos estressantes da vida, transtorno desafiador opositor. Seja qual for a causa, uma vez que a criança começa a segurar o cocô, este se acumula no cólon e começa um ciclo vicioso. Há casos em que a encoprese não ocorre em decorrência da constipação, é necessário um medo extremo, um trauma que desencadeia a encoprese.
O que é importante saber em relação a Encoprese?
É importante lembrar que o vazamento de fezes ocorre de forma involuntária, a criança não controla os acidentes que normalmente acontecem. Muitas pessoas acreditam erroneamente que é uma questão de comportamento como uma simples falta de autocontrole. Familiares acabam punindo a criança de diferentes formas como meio de conter esta birra.

Qual a conseqüência da Encoprese nas crianças?
Há efeitos significativos no desenvolvimento da criança encoprética, por seus efeitos negativos sobre a convivência dela com outras crianças e com a própria família. Muitas crianças acabam sentindo-se envergonhadas perante os outros e consequentemente elas se isolam, ficam irritados com facilidade e ocorre a baixa auto estima. As idas a escola são humilhantes e as atividades extras vão se restringindo cada vez mais. A intervenção de um psicólogo é necessário pois toda a situação de um encoprético causa problemas emocionais ou comportamentais.
Os pais muitas vezes são frustrados pelo fato de que seu filho parece não se incomodar com estes acidentes, que ocorrem durante as horas de vigília ou em momentos de estresse. A negação pode ser uma razão para a indiferença da criança pois elas simplesmente não conseguem enfrentar a vergonha e a culpa associada com a condição (alguns até tentam esconder as suas cuecas sujas de seus pais). Outra razão pode ser mais científica: Porque o cérebro finalmente se acostuma com o cheiro de fezes, a criança pode não notar o odor.
 
O que é importante no tratamento da encoprese?
A palavra chave é Paciência. O sucesso do tratamento de encoprese depende do apoio que criança recebe. Os pais devem ser solidários e se abster de críticas ou desânimo. Mostrar lotes de amor, apoio e garantir a seu filho que ele não é o único no mundo com este problema. Com o tempo, compreensão e um tratamento adequado, o seu filho pode superar encoprese.

Saiba que a maioria das crianças responde ao tratamento.

Por:Simone Barbosa Pasquini

Comentários

Anônimo disse…
Sempre que leio esses textos, vejo da necessidade de nos imformarmos para evitarmos traumas nas cc que chegam a permanecer até na faze adulta. grato pela postagem.
Que bom que gostou! Tentarei escrever mais assuntos interessantes.
Abraços
Estou acompanhando um caso de encoprese. A criança está com 9 anos e enfrenta esse problema. Às vezes me sinto de mãos atadas se saber como solucionar esse caso,uma vez que há fatos ocultos no relato.
Olá Delicata,
É importante conhecer as entrelinhas, os fatos ocultos para melhor tratar a encoprese.
Tente conversar mais com os pais e diga a importância dos detalhes para melhor solucionar o caso. Já com a criança, dê enfase na empatia abordando o tema "cocô" com naturalidade.
Caso você precisar de algo, terei prazer em ajudar.
Abraçosss
Simone
Anônimo disse…
Ao que parece, tenho um filho que está passando por isso! Obrigado pelo texto, muito esclarecedor mesmo.
Que bom que o texto auxiliou-o de alguma forma, fico feliz pois este é meu objetivo com os textox que coloco em meu blog. Se precisar de algo estarei aqui.
Obrigada pelo comentário.
Abraços
Anônimo disse…
meu filho tem 7 anos aos 5 quase smpre fazia coco e eu brigava quando descobri que isso pode ser um problema parei as vezes ele suja a cueca quando esta brincando ou anda a cavalo ele diz que não percebe que fez mesmo assim devo procurar ajuda°
Olá Anônimo,
É importante procurar ajuda pois a Encoprese é um sofrimento para a criança. Já na idade que seu filho está que é um momento de socialização (frequentar casa de amigos e outros), é de primordial importância para não debilitar a auto-estima dele.
Abraços
Simone
Anônimo disse…
Já levei o meu ao médico,mas me falta coragem para tratar no hospital,pois tenho medo de traumatizar meu filho e aí fico tentando em casa resolver este problema,só que eu como mãe me sinto fraca e sem coragem de ver meu filho sofrer mais ainda do que ele sofre,me ajudem a encarar isso .Sinto-me culpada em ver meu filho sem obrar e as vezes mau humorado triste e o que mais doeu em mim foi ele não querer sair com os primos por onta disso,me ajudem a encarar isso.
Realmente é doloroso para uma mãe ver seu filho sofrendo com isso, principalmente em relação as outras pessoas, rotulação e a privação da socialização. É um momento angustiante para ambos.
Para eu poder te ajudar eu precisaria entender qual a necessidade de levar seu filho a um hospital, pois dependendo da encoprese não é necessário.
Vc já sabe qual tipo de encoprese ele tem? (se foi algo organico que desencadeou ou foi emocional)
Dependendo da idade da criança, realmente torna-se um complicador, em que a criança fica cada vez mais reclusa.
Gostaria de saber mais para poder ajudar.
Abraços
Simone
Juliana disse…
Olá Simone...
Meu nome é Juliana, sou pedagoga e trabalho com educação infantil a cerca de 6 anos... Como profissional, já lidei com alguns casos parecidos, mas que não posso afirmar pois não foram diagnosticados pelos médico. Além disso, meu irmão que hoje tem 24 anos, sofreu com uma questão parecida dos 5 aos 7 anos, aproximadamente. Porém, hoje, minha questão é um pouco mais grave, pois meu sobrinho de 5 anos, vem apresentando a questão por volta de 10 meses. Ele evacua na roupa por volta de 2 a 4 vezes por tarde, sempre na escola, em casa, ele pede para usar o banheiro normalmente.
Estamos investigando junto ao pedriatra para que o diagnóstico seja fechado. Mas o grande problema é em relação a escola... as professoras parecem ter perdido a paciência, a direção diz que precisamos procurar um gastro e a última da psicóloga é que Matheus precisa de uma babá que o acompanhe diariamente no período escolar. O que me deixa chateada é que a equipe escolar parece ter estigmatizado Matheus... e o meu maior medo, é de não saber como o tratam dentro da escola. Sei que Matheus precisa de ajuda de um profissional, mas estamos fechando diagnóstico e, por enquanto, estamos de mãos atadas.
Apesar de ser pedagoga e trabalahar com a mesma faixa etária de meu sobrinho, não conheço a escola em que ele estuda. Assim, não sei como agir. A escola ameaça convidá-lo a se retirar... meu sobrinho, neste momento é portador de necessidades especiais... a escola não pode fazer isto.... se fizer, vou denunciá-la... o problema é que tenho outros dois sobrinhos na mesma....!!
Por favor me ajude com subsidios para tratar com a equipe pedagógica da escola!!!
Olá Juliana,
Realmente fica complicado quando os pais não podem contar com o auxilio da escola. Percebo pelo seu relato que a escola rotulou seu sobrinho e parece ter desistido de uma possível ajuda.
Seria importante tentar resgatar a relação escola – pais pois é primordial o auxílio da escola (a criança passa pelo menos 4 horas neste ambiente por dia) para juntos favorecerem um lugar acolhedor quando estiverem tratando.
Tente conversar com a escola e relate suas aflições em relação ao problema de seu sobrinho, conte das dificuldades, possíveis tratamentos e peça companheirismo neste processo.
Se sentir dificuldade e precisar de algo me mande um e_mail (simone.siqueira.barbosa@gmail.com)
Boa sorte!
Bjksss
Alice disse…
Olá, a filha do meu namorado tem 4 anos e 11 meses e para evacuar utiliza fraldas e só faz em um quarto na casa da mãe, o que está causando uma situação de muito delicada e um tanto restritiva a ela, e também a constipação e não há insistência por parte da mãe dela usar o vaso sanitário para evacuar. Há também problemas de hábitos alimentares, dieta com baixa quantidade de frutas e verduras, consumo de doces e de alimentos refinados, bom sou nutricionista e vejo que minhas intervenções não vem ajudando e gostaria muito de poder colaborar com a situação.
Olá Alice,
É interessante você conversar com seu namorado e mostrar claramente os sérios problemas que a alimentação e constipação somado ao reforço que é apresentado quando a criança tem que voltar para casa pra evacuar. Fale um pouco sobre a Encoprese, mostre artigos que relate claramente o desenvolvimento deste transtorno.
Infelizmente a solução do problema só dependerá da mãe e do pai e principalmente quando este comportamento começar a prejudicar o andamento do desenvolvimento da criança, ou seja, amiguinhos começarem a comentar e a própria criança sentir vergonha.
Espero que de alguma forma vc consiga voltar a atenção dele para este problema.
Obs.: Vc relatou que é nutricionista, por acaso é de São Paulo (cidade)?
bjkss
Anônimo disse…
Olá ... Meu filho tem 08 anos e acho que está sofrendo de encoprese. Gostaria de ler mas sobre o assunto abordado como faço ? Estou muito triste e sem saber o que fazer obrigada fico no aguardo
Olá "Anônimo", há neste blog mais 2 artigos sobre este assunto:
http://psicoterapiacomportamentalinfantil.blogspot.com.br/2011/07/vamos-falar-de-encoprese-infantil.html

http://psicoterapiacomportamentalinfantil.blogspot.com.br/2011/09/prevencao-dos-problemas-da-infancia-e.html

Curiosidade sobre encoprese: http://psicoterapiacomportamentalinfantil.blogspot.com.br/2011/07/curiosidade-pesquisa-sobre-encoprese.html

Espero que ajude. Fique tranquila e seja paciênte pois há tratamento.
Se precisar de mais alguma coisa é só escrever.
Bjks
Anônimo disse…
Obrigada ! Vou ler mas sobre o assunto e eu já curti o Face quero te acompanhar não só com esse assunto . Já estou me sentindo mas tranquila e irei buscar a PACIÊNCIA para ajudar meu filho. Se eu precisar com certeza irei escrever. Uma Otima semana !
Ana Maria disse…
Ao que parece muitos pais estão passando por um problema que está afetando diversos lares: a encoprese. Eu tenho um filho com 10 anos e cada dia que passa parece que fica pior a situação dele. Além da tristeza, desinteresse pela escola, que aliás está afetando muito o rendimento escolar dele, as pessoas nao entendem. Eu me sinto muito culpada porque às vezes perco a paciência com ele.Será que existe algum tipo de dieta que possa ajudar? Se alguém puder postar dicas de alimentação eu agradeço muito.
Olá Ana Maria,
Há sim dietas que auxiliam no tratamento mas não é só isso que irá ajudá-lo. É necessário entender o que o levou a ter Encoprese, qual tipo de ele tem (primária, secundária, retentiva ou não retentiva - com obstipação e Incontinência por Extravasamento ou Sem obstipação e Incontinência por Extravasamento) e assim, trabalhar em psicoterapia.
Bjks
Katrine disse…
Estava preocupada com minha filha e resolvi pesquisar um pouco: ela tem 8 anos e sempre demora para evacuar e cada vez mais o diametro das fezes aumenta e já está fora do normal... vez ou outra ela borra a calcinha... sempre briguei com ela por isso... agora sei que é encoprese do tipo retentiva!!! Como trabalho com isso agora???? O que devo fazer??? Vou ao pediatra avaliar se há danos no reto??? levo pra psicoterapia??? aparentemente ela se dá bem com os colegas, é uma ótima aluna.... será que conversando em casa eu resolvo isso???
Katrine disse…
Estava preocupada com minha filha e resolvi pesquisar um pouco: ela tem 8 anos e sempre demora para evacuar e cada vez mais o diametro das fezes aumenta e já está fora do normal... vez ou outra ela borra a calcinha... sempre briguei com ela por isso... agora sei que é encoprese do tipo retentiva!!! Como trabalho com isso agora???? O que devo fazer??? Vou ao pediatra avaliar se há danos no reto??? levo pra psicoterapia??? aparentemente ela se dá bem com os colegas, é uma ótima aluna.... será que conversando em casa eu resolvo isso???
Olá Katrine,
Inicialmente levar ao pediatra é uma ótima idéia pois ele avaliará melhor o que está acontecendo. Sua filha já foi uma criança constipada com fezes duras e secas?
Caso seja retentiva, o pedriatra pode fornecer um amolecedor de fezes e uma lista de alimentos necessários que ajudarão as idas no banheiro. Aliado a isso um acompanhamento psicoterapico pode ser necessário para um retreino e tratamento das consequencias deste transtorno.
Abçs
Anônimo disse…
meu filho tem 8 anos, e stá passando por isso, e briguei com ele por não entender o assunto, este artigo foi muito esclarecedor prá mim, vou conversar com ele e dizer a ele que não é o único que passa por isso mas tenho certeza de que ele vai ficar bem
Que bom! Converse, esclareça e procure ajuda pois há solução... paciência!!! Bjks
Anônimo disse…
Tenho um filho que hj esta com 16 anos, mas desde pequeno ele suka a cueca de fezes e apesar de ja ter procura diversos tratamentos, com diversos médicos (um diagnosticou encoprese) nunca um dos tratamentos foi eficiente pra acabar de vez com essa tomenta. Meu filho esta cheio de problemas por conta destes episodios que ocorrem na escola, nas viagens e em qq outro lugar, quando menos se espera. ME AJUDE POR FAVOR, preciso de indicaçao para tratamento do meu filho. Moro em niteroi mas nao me importo de ter que me deslocar de cidade para conseguir um tratamento que acabe de vez com esse problema.
Olá Anônima,
Estou pesquisando lugares em Niteroi que trabalhem na área comportamental. Peço um pouco de paciência até eu achar alguém!
Bjkss
Qualquer coisa meu e_mail é simone.siqueira.barbosa@gmail.com
Anônimo disse…
Obrigada, Simone

Vou aguardar com certeza.


Obrigada.
Anônimo disse…
Boa noite,
Tenho um filho de 7 anos, que com 1 ano de vida operou o intestino pois tinha megacolon. O medico que o operou deu alta aos 4 anos e disse que ele era uma crianca normal. Como o procurei pois meu filho constantemente fazia coco na cueca ele me confirmou que ele morfologicamente estava bem e que eu procurasse ajuda psicológica. Procurei ajuda e por dois anos meu filho fez acompanhamento psicologico,sem resultado. Interrompi o tratamento e não sei mais o que fazer. O que vc me aconselha? Aguardo retorno
Anônimo disse…
Boa noite,
Tenho um filho de 7 anos, que com 1 ano de vida operou o intestino pois tinha megacolon. O medico que o operou deu alta aos 4 anos e disse que ele era uma crianca normal. Como o procurei pois meu filho constantemente fazia coco na cueca ele me confirmou que ele morfologicamente estava bem e que eu procurasse ajuda psicológica. Procurei ajuda e por dois anos meu filho fez acompanhamento psicologico,sem resultado. Interrompi o tratamento e não sei mais o que fazer. O que vc me aconselha? Aguardo retorno
Anônimo disse…
Boa noite,
Tenho um filho de 7 anos, que com 1 ano de vida operou o intestino pois tinha megacolon. O medico que o operou deu alta aos 4 anos e disse que ele era uma crianca normal. Como o procurei pois meu filho constantemente fazia coco na cueca ele me confirmou que ele morfologicamente estava bem e que eu procurasse ajuda psicológica. Procurei ajuda e por dois anos meu filho fez acompanhamento psicologico,sem resultado. Interrompi o tratamento e não sei mais o que fazer. O que vc me aconselha? Aguardo retorno
Olá Anônimo.
Primeiro, gostaria de pedir desculpas pela demora em responder.
É necessário verificar melhor. Gostaria de saber como foi o treino ao toalete?
Por favor, me mande um e_mail para simone.siqueira.barbosa@gmail.com assim vc me detalha melhor o caso do seu filho.
Bjksss
Mariana disse…
Simone, primeiramente parabéns pelo post. Muito esclarecedor! Meu filho de 8 anos sofre com este problema desde bem pequeno. Há 3 meses iniciei o tratamento psicológico, mas ainda não surgiu nenhum efeito sobre esta dificuldade em evacuar. Ainda é muito cedo para me preocupar? Outra pergunta, a encoprese é diagnosticada por médicos? Eu desconhecia este problema. Desde já muito obrigada! Um abraço
Olá Mariana,
Obrigada, meu intuito é realmente esclarecer para pais as dificuldades. :)
É importante saber que cada criança responde ao tratamento de maneira diferente, cada uma em seu tempo. 3 meses pode ser considerado cedo para mostrar resultados. Fique tranquila e observe o desenrrolar do tratamento.
A encoprese é diagnosticada pelo médico pois através dos exames é verificado a impactação das fezes.
Muitos médicos tentam tratar com laxantes ou amolecedores de fezes mas muitas crianças necessitam fazer um "retreino" para controlar as fezes (neste momento o psicólogo ajuda muito).
Espero ter ajudado
Bjkss

Fabio disse…
Boa noite Simone, minha filha tem 7 anos, ela disse que percebe,no caso como ,agir,porque ta constante,obrigado.

Fabio.
Olá FAbio,
Se ela percebe, estipule um horário para ela ir ao banheiro todos os dia. Caso a Encoprese persistir será necessáeio uma intervenção.
Abçs
Anônimo disse…
Ola, minha filha tem 5 anos e estamos sofrendo com esta encoprese. Ela tem um trauma muito grande e não consegue de maneira alguma usar o vaso sanitário. Vive com a calcinha suja, com dor de barriga, mas não vai al banheiro. Até alguns meses atras ela estava usando fralda, mas agora não coloco mais mais pq ela tem que usar o vaso. Estou desesperada e sem pasciência, pois trabalho fora e quando chego em casa é um estress total. Ela não quer tomar banho, chora muito, vezes muito agressiva. Ja levei em varios pediatras, gastro, mas sempre falam a mesma coisa. Ela tbm passa com psicologa, ja faz uns 4 meses, mas até agora não vi resultado algum. Toda esta situação esta gerando muitos conflitos dentro de casa. Eu e meu marido não temos mais pasciência alguma, pq tentamos fazer de tudo, e nada resolve.
Por favor necessito de uma orientação.
ADINÉA disse…
Boa tarde!

Desde dezembro de 2009, minha filha está sofrendo de encoprese. No inicio pensei que fossem somente acidentes, mas a situação foi se agravando, e como fico muito tempo fora de casa e além de tudo faço faculdade, não me dei conta da situação. Ela vivia com a calcinha suja, com dor de barriga. Levei ao médico do SUS e foram feitos exames de fezes e não deu nada. Levei num hospital universitário, também encaminhado pelo SUS e não resolveu nada. Um dia um ANJO me orientou buscar informações na internet. Então vi que era exatamente o que ela tava sentindo e pior a dor de barriga é um sinal de depressão. Realmente ela estava com depressão. Foi horrivel admitir, mas a ficha caiu. Comecei a levá-la no homeopata e também ao psicólogo. Em casa mudamos vários comportamentos e tentamos ajudá-la, mas muitas vezes alguém da familia se estressava eu também me estressei muito. Deixei de levá-la ao psicólogo, fiz um plano de saúde e pocurei um pediatra homeopata. Falei pro pediatra o que já havia feito e que eu a levaria num gastro. A pediatra disse que podia fazer isso, mas que não ia adiantar, porque quando a criança tem algum problema orgânico já nasce com ele. Mesmo assim minha intuição de mãe desesperada me levou a procurar por um gastro pediatra. Foi dificil, mais consegui. A gastro passou um exame chamado manometria ano retal. Pra consegui que fizessem esse exame aqui em Curitiba, uma cidade super desenvolvida, foi outra dificuldade. Os médicos não querem fazer esse exame em criança. Implorei numa clínica e fizeram. A gastro leu o laudo disse que ela tem uma incontinencia fecal, quer dizer ela não senti vontade de evacuar. Pode ter uma causa psicológica, mas agora já é orgânica. E que tem cura. Passou um remédio pra ela tomar pra e uma fisioterapia específica. Outra dificuldade em achar uma clínica que faça esse tipo de fisioterapia pelo plano de saúde. Mais Graças a Deus consegui. Também através desse site fiquei sabendo que ela não senti o cheiro das fezes, enfim. Reuni minha familia e até alguns amigos íntimos que estão nessa luta comigo, pra alguns mandei o link, pra minha familia conversei e vamos ajudar muito nossa menina pra que ela fique logo curada disso.
Estou deixando meu depoimento aqui porque são quase três anos buscando algum médico que me dissesse algo concreto, algo real. Somente com a ajuda de Deus e a minha intuição de mãe consegui chegar até aqui. Sei que não é nem um pouco fácil essa situação, mais tenham paciência com seus filhos. Logo eles ficarão bem novamente.
Adinéa
Olá Anonimo,
É importante ter paciëncia. Vc deu o primeiro passo que é fundamental e iniciou tratamento com uma psicóloga e já foi detectado que há um trauma. É importante que vc converse com a psicóloga, saiba como ela está trabalhando, como está conduzindo o tratamento e solicite orientação em relação aos conflitos que acorrem em casa.
A participação dos pais é fundamentntal para a melhora da Encoprese.
Qualquer coisa me envie um e_mail: simone.siqueira.barbosa@gmail.com
bjkss
Simone
Olá Adnéia,
Gostei muito que você compartilhou sua história conosco. É isso aí, nunca desista.
Como já disse outras vezes, o tratamento multidissiplinair é fundamental e a força, persistëncia e participação dos pais faz a diferença no tratamento.
Parabéns!!!
;)
bjks
Simone
Anônimo disse…
ola, boa noite...meu filho tem 10 anos e hoje, agora nesse momento, estou começando a perceber que ele sofre de encoprese, e creio que foi quando meu filho caçula nasceu (HOJE COM 2 ANOS E MEIO)e nesse tempo todo o que mais me faltou foi PACIENCIA para lidar com isso, achava que fosse de proposito, que ele prefere fazer na cueca do que ir no banheiro,infelizmente ja bati ne, ja o coloquei de castigo, e faço ele lavar as cuecas...Muitas sei que ele joga fora e outras eu acabo encontrando escondidas...Estou me sentindo super culpada...agora a noite ele fez de novo, mandei ele tomar banho e ir pra cama, e pra piorar comprei batata frita pra o meu filho mais velho (14 anos) e para o caçula ( 2 anos e meio) e não deixei o do meio comer...de castigo, POR FAVOR ME AJUDE...EU NÃO AGUENTO MAIS...SEI QUE ESTOU ERRANDO COM ELE...AMO DE MAIS E LENDO AQUI PERCEBI QUE ELE TAMBEM ESTA SOFRENDO.OBRIGADA
Olá Anonimo,
Sei o quanto é difícil ter um filho com este trantorno. A paciencia é uma das virtudes que some quando nos deparamos com este problema e principalmente quando não há o entendimento e a informação necessária para entender o que está acontecendo.
Saiba que o primeiro passo vc já deu, procurou informações para resolver o problema, isso é muito bom.
A Encoprese é muito mal interpretada e conduzida por diversas pessoas, o que resulta na crença de que não há tratamento, masao contrário disso, há sim uma solução.
É importante procurar profissionais que possam te auxiliar a resolver este problema, tanto um médico quanto um psicologo que trabalhe com modificação de comportamento.
Caso precise, me envie um e_mail: simone.siqueira;barbosa@gmail.com
abçs
Simone
Anônimo disse…
Eu ja não sei mais o que eu faço, minha filha tem 8 anos faz tratamento psicológico mas não vejo mudança significativa, muito pelo contrário as situação esta "fora de controle". Ela além de fazer na calcinha, fala que não fez nada (mesmo olhando a calcinha suja), e esta se limpando de maneira "estranha", hoje mesmo ela se limpou em folha de caderno e escondeu as fezes dentro de uma caixa, achando que não iriamos ver, quando achei, ela se recusa a aceitar que foi ela. estou pensando em leva-la em outra pediatra, para saber se realmente é psicológico.
Cris disse…
Nao sabia que existia tantos casos assim. Minha filha ira fazer 7 anos e começou com esses episodios ha uns 3 meses. Eram poucas vezes ao mes, agora é quase que diariamente. Nao sei o q fazer. Ela diz nao perceberr... Li em um site portugues que devemos esvaziar o intestino com laxantes e mudar a dieta para muitos legumes e fibras para que torne as idas ao banheiro sem dor. E fazer um treinamento diario de idas ao banheiro antes da vontade surgir. Vou tentar isso. Hoje ja foram 2 vezes.. E o cheiro é horrivel ...
Anna disse…
Meu filho tem seis anos e é muito inteligente e sociável. Nunca fez xixi na roupa, contudo, quando o assunto é o cocô ele, até hj, nunca conseguiu não sujar as cuequinhas e sempre evacua inúmeras vezes ao dia: em casa, na escola ou em qualquer outro lugar. Quando ele completou quatro anos, nós o levamos à psicóloga e ele passou um ano com ela, porém, não vimos resultados. Ano passado, o pai dele faleceu e, nos primeiros dois meses, ele melhorou quase que completamente apenas tomando reguladores à base de lactulona. Mas tudo voltou à estaca zero: ele continua evacuando mais de dez vezes ao dia sem sentir. Eu me desespero com essa situação. Já fizemos todo tipo de exame clínico, inclusive um chamado enema opaco onde foi identificado um fecaloma (bolo de fezes duras) que foi removido durante uma lavagem gástrica. Eu já não sei mais o que fazer... estou pensando em retomar as sessões de terapia ou levá-lo a um nutricionista para mudar a dieta. Por favor, ajudem-nos...
email: annagiovanna@gmail.com
Anônimo disse…
Meu filho está passando por esta situação, cansei de falar, brigar, cortar as regalias dele; mas como mãe, percebi que alguma estava errada, então resolvi pesquisar na net sobre isso. Estou muito grata pela informação, espero que possa me ajudar a compreendê-lo e ajudar ele a superar...
Anônimo disse…
ao ler seu texto chorei muito, pois vi o kuanto fui burra em se tratando disso com minha filha, sempre falava que faz coco porq quer na causinha,ela era muito amável e agora se irrita fácil, as a pego triste pelos cantos, at´mesmo envergonhada.... mas agora com sua ajda vou proucurar ajuda-la a pasar por isso,ela tem 10 anos.....obg!
Olá Anônimos e leitores,
Que bom que o texto esta alcançando o objetivo principal que é informar e fazer com que as pessoas percebam que há muitos casos de crianças com encoprese.
Fico muito feliz com o comentário de todos!!! ;)
Bjks a todos
Nivia Carvalho disse…
Olá,

Fiquei muito feliz em encontrar um material tão rico e esclarecedor como este.
Tenhoo um filho lindo que hoje tem 9 anos, e a algum tempo, passa por esse constrangimento.
Muitas vezes não sabemos como agir, e reagir a situações como esta.
Ele esta fazendo terapia e com certeza comentarei com a psicologo a respeito do ocorrido.
Muito obrigada por me ajudar.

Saudações.

Nivia Carvalho
Anônimo disse…
Olá tenho um filho especial com 17 anos, uns 2 anos atras depois de sair de uma sala especial, o matriculei na APAE da minha cidade, depois disso apesar de ele dizer que gostava de lá, comecou a regredir muito em seu comprtamento, fazendo barulhos e sujando a cueca de coco, coisa muito constragedora, a psicologa diz que cada vez q ele se sente rejeitado por alguem piora a situação.O pai dele não o assumiu e nesta mesma epoca ele comecou a pedir pelo pai. }Como posso ajudá-lo ja que nem posso sair com ele pq volta suj, antes ficava muito brava, mas hj entendo e procuro ajudá-lo será que esvaziando o intestino melhora, como devo conversar com ele sobre isso, tenho que tratar como naturalidade ou me impor, ele ja é um moço, os amigos nem vem ak em casa por conta disso. como faço para q ele mude de comportamento??? é um disturbio?? me ajudem para que eu posso ajuda-lo. obrigada pois ja tem me esclarecido muito, pensei que era somente estado de sujeira...ele diz que nao sente o cheiro...Um abraço,aguardo resposta. Vc é uma pessoa muito especial, pois nao guarda seu conhecimento só pra vc. Obrigada de novo.
Eliane B. disse…
Olá Simone, fico feliz em "encontrar" pessoas como vc, que compartilham seus conhecimentos. Então, tenho uma filha de 8 anos e aproximadamente 3 anos ela suja as calças e diz não perceber. Só que ela vai ao banheiro normalmente e nunca reclamou de não conseguir defecar e nem nunca recebir reclamação advinda da escola. As vezes acho que é a tal falta de controle, outras vezes acho que é por segurar e também acho que é algum problema psicologico. Ela não gosta que comenta com outras pessoas, pois, diz ter vergonha e tambem fala que não sente o cheiro quando se suja, mas, mesmo assim eu brigava com ela e dizia para parar de fazer isso que eu não ia mais contar para os outros. A minha filha é muito irritada e também muito ativa, não para, só na hora que dorme, então achei que fosse esse o motivo de segurar a vontade só para sobrar tempo de brincar e não tinha exito na tentativa. Eu não convivo mais com o pai biologico dela e a separação causou muito sofrimento à ela, pois, o pai se afastou de vez dela sem dar nenhum tipo de assistencia, será esse o motivo de uma suposta encoprese, ou, será que os sintomas não são de Encoprese? Eu ainda não procurei ajuda, mais conversando com o meu atual esposo, resolvemos pesquisar sobre e encontrei seu blog, que é muito esclarecedor, porém ficou a duvida, pelo fato da minha filha não ser vitima de constipação, eu acho... Peço esclarecimento se for do seu alcance, acredito que sim. Abraços e muito obrigada! Eliane B.
Vanessa disse…
Bom dia Simone,
eu sofro com meu filho de quase 7 anos com encoprese.Ele nunca fez cocô no banheiro,ele diz que não gosta de fazer cocô,ele pode passar hrs sentado no vaso e só faz qdo põe a roupa,na verdade não faz diretamente,ele fica segurando e acaba saindo mesmo ele fazendo força pra não sair.Não sei mais o que fazer.
Domi disse…
Meu filho já com 12 anos algumas vezes ao mês suja a cueca, não fazendo por completo as necessidades.
Ha anos que acontece isso. Já procurei pediatras, mas nenhum profissional mencionou ENCOPRESE, fui orientado quanto a dietas. A alimentação é completamente inadequada e a mãe não consegue impor uma disciplina alimentar adequada. Culpa-o quando suja a cueca. A postagem veio ajudar e muito, visto que os sintomas apresentados relacionam-se com encoprese. Gostaria de saber que profissional procurar.
Abraços e obrigado!
Anônimo disse…
Ola tenho um filho de 12 anos que desde bebe ele tem problemas para evacuar, as fezes ficam tão duras e grande e grossa que chega a entupir o vaso uma coisa fora do normal,hoje meu filho so faz coco quando eu faço lavagem em casa quando perçebo que ele ja esta com muitos dias sem evacuar ou quando esta sujando a cueca fasendo xixi na cama ja levei ao pediatra e eles sempre dizem que é uma questão alimentar.Estou desisperada pois preciso ajudar o meu filho o que eu devo fazer, moro em Brasilia e não sei por onde começar.
elza disse…
Boa noite Simone meu nome é Elza e tenho um filho de 4 anos e á um ano vem apresentando dificuldades quando vem a vontade de evacuar, ele fecha o bunbum e não deixa o cocô sair, as vezes faz tanta força pra não deixar o cocô sair que o xixi escorre pelas pernas ja falei com o pediatra varias vezes mais ele pede pra dar frutas como mamão e laranja mais nao adianta vc acha que é aconselhável eu levar em um psicologo? obrigada!
Anônimo disse…
Ola meu filho tem 8 anos e sofre com este problema a tempos e sempre teve problemas para evacuar só agora resolvi pesquisar na internet me sinto culpada por não procurar um tratamento antes.
Anônimo disse…
olá! Meu filho está com 2a e 4m e está prendendo o cocô!! Tem sido um sofrimento. O pediatra resolveu que deveríamos administrar leite de magnésia diariamente para que o cocô saisse sozinho para ver se ele liberava. Não sei o que fazer. Por favor, ajude-me.
Tiago disse…
Lendo este texto, vejo que falhei com meu filho, pois tirei as fraldas dele muito cedo, um ano e meio, e depois dos 4 anos se manisfestou a encorprese, hoje ele tem 6 anos e esta frequentando a escola, até então eu sempre procurei ser solidário, conversar, porém atualmente tenho me irritado com ele, e já até bati devido a ter feito coco nas calças.
Agradeço o texto publicado, e voltarei a conversar e tentar de forma amigavel corrigir em meu filho um problema que eu mesmo gerei, por ter tirado a fralda dele com pouco tempo de vida.
Rodrigo Pombo disse…
Minha filha de 7 anos faz cocô muito grande e grosso. Ao ponto de jogar 7 baldes de agua e as fezes não vai embora. Ela não reclama de doer ou algo assim, mas nos assusta o tamanho do cocô pois ela é magrinha e faz um cocô que adulto não faz. É realmente muito grande e grosso, será que é alguma doença?
alexsandra disse…
oi meu filho tem 8 anos,eu morava em recife com toda minha familia la! mais tive que min mudar pra aracaju com meu esposso e trouxe ele!ele nao se adapitou aqui e esta fazendo coco na roupa direto nao sei mais o que fazer ,ele perdeu peso muito rapido no começo eu achava que era porque ele queria mais hoje to vendo que nao!!!
Olá, tenho uma filha que irá fazer 9 anos em julho, hj passei um mal bocado com minha esposa, ela brigou com minha filha, depois que viu que ela tinha jogado fora a calcinha que estava suja de cocô, e ainda mais brigou porque, ja não tinha mais outra e acabou pegando da irmã, eu vi ela brigando chamei a atençaõ dela e ela disse que eu não podia ter feito isso porque não é assim que ela quer eduacar ela, mais eu ja tinha verificado a algum tempo atras qual era o problema dela, pedi pra ela levar minha filha ao medico, diz ela que a levou, e não deu em nada, estou quase me separando dela por estar sempre brigando com minha filha por causa da doença que ela tem, estou cansado disso, tento ajudar, mais não acho tratamento certo pra ela, sou morador do bairro de Coelho Neto, aqui no Rio de Janeiro, enfrento esse dilema na minha vida, espero que possa me ajudar, não sei mais o que fazer, por favor... Att, Marcelo
Anônimo disse…
Simone tenho uma afilhada de 5 anos que tem alguns desses sintomas,mas ela não sente vergonha nenhuma e também fala que não sabe porque ela não faz coco no vaso.É possível que ela tenha encoprese?
Queridos leitores,
Peço desculpa por minha ausência mas recebo diariamente mensagens in box pela fanpage e email de milhares de pais a procupa de uma solução para a encoprese infantil.
A Encoprese tem cura sim e, em muitos casos, é necessário a intervenção do psicólogo comportamental pois muitos sentem dificuldade no manejo deste problema.
É importante ressaltar que há diversos tipos de encoprese e cada crianças e pais reagem de forma diferente frente este problema, e é por isso que não podemos passar uma lista simples de solução de problema.
Peço para cada leitor procurar ajuda de um bom profissional, esclarecer todas as dúvidas pois, mais uma vez, cada criança é diferente da outra, cada família é diferente da outra e o motivo que desencadeou a Encoprese é diferente de outro!

Este texto foi importane para as pessoas perceberem que muitas crianças sofrem com este problema!

Bjks a todos!
Anônimo disse…
como fazer p/ falar online c/ vc?
Anônimo disse…
olá boa noite meu nome é Simone tenho uma enteada de 9 anos faz 2 anos que ela mora com a gente e foi ai que descobri esse problema , ela faz coco e esconde a calcinha de coco nas roupas limpas e não admite eu falar nada não sei o que fazer para ajudar por favor me ajudem se puder , desde já agradeço, fica com DEUS e muito obrigada.
Anônimo disse…
olá boa noite meu nome é Simone tenho uma enteada de 9 anos faz 2 anos que ela mora com a gente e foi ai que descobri esse problema , ela faz coco e esconde a calcinha de coco nas roupas limpas e não admite eu falar nada, o meu esposo me disse que desde a infancia ela faz coco nas roupas e a mae e a avo nunca a levaram em um médico , a vo fala que é problema espiritual, não sei o que fazer para ajudar por favor me ajudem se puder , desde já agradeço, fica com DEUS e muito obrigada.
Lezinha Batista disse…
Olá li todos os casos e identifiquei muitos parecidos com o do meu filho.Ele tem 10 anos, e quando tinha 4 anos o levei ao psicologo e foi detectado um trauma do vaso sanitário.Foi controlado.Mas nos ultimos tempos ele voltou a sujar a cueca não tenho certeza se o problema dele é encoprese,mas alguns sintomas batem. Antes ele ia no banheiro tudo ok depois que ele entupiu o vaso umas 2 vezes a situação piorou.Não sei como agir,para ajudá-lo.Gostaria de algumas sugestões.
Anônimo disse…
Olá,esse blog me ajudou muito, por isso quero dizer que tenho uma filha que até pouco tempo tinha isso desde pequena e foi muito dificil para mim pois ate os 6 anos dela sofri com isso.Comecei ir na pscologa quando ela tinha ja 6 anos de idade, porem ela ja vivia muito estressada pois ainda nao fazia coco no vaso, pois tinha muito medo, ja estava muito desgatante para mim e para ela tb, nao aguentava mais lavar quased todos os dias calcinhas cagadas, dai q me deram a ideia de levar a uma psiquia]tra, q foi a salvacao desse problema para mikm e ela, a psiquiatra passou um medicameto para ela perder o medo de ir ao vaso, quando foi no 2 dia que ela tomou o remedio , ela me pediu para fazer coco no vaso, coisa q nunca tinha feito antes, eu ja tinha implorado tanto,prometido tudo a ela, ate brigado com ela por causa disso.Hoje estou muito contente porque ela ela aprendeu e ja nao me sinto culpada.
Anônimo disse…
Gente,

Peço socorro!
Meu filho fará 06 anos em setembro e so consegue fazer coco na fralda.
Já tentei todos os tipos de estímulo que vocês possam imaginar. Sou mãe sozinha, aliás, PAI e MÃE (mas jamais denegri a imagem do pai para ele, jamais!). Moro com meus pais que sempre tiveram dificuldade de enxergá-lo de outra maneira que não um 'bebê', mas já se deram conta e agora corremos atrás do prejuízo.
Já até perdi a paciência e me sinto frustrada; preocupada; com uma angústia sem fim. Não sei mais o que fazer.

Alguém poderia me dar uma luz?
Obrigada!
Anônimo disse…
lendo sua matéria acho que encontrei um caminho para ajudar meu filho, ele tem 9 anos e esta sofrendo muito com isso, já tratou com gastro e nada adiantou, estava em tratamento com psicóloga, mas a mesma entrou de licença desde janeiro e ate agora não voltou, consequentemente meu filho parou o tratamento e desde então só piorou, sua alto-estima é super baixa,e a evacuação involuntária ocorre varias vezes ao dia,meu marido e eu junto com meu filho estamos sofrendo muito, mas continuarei correndo atrás de ajuda e tenho fé que conseguiremos passar por isso, obrigada...
SANDRA disse…
TENHO UM FILHO COM 11 ANOS DE IDADE; E DESDE PEQUENO ELE FAZ COCO NA ROUPA. NO INICIO PENSEI QUE ERA PREGUIÇA DE SENTAR NO VASO, PUNIA ELE POR ISSO, AS VEZES DAVA ATE UNS TAPAS NA EXPECTATIVA DE MELHORAR E NADA, ATE QUE PROCUREI UM MEDICO E CONSTATOU ESSE PROBLEMA. O MEDICO RECEITOU UM REMEDIO QUE E MANIPULADO, ELE ESTA TOMANDO HA 05 MESES E ATE HOJE NAO ESTOU VENDO RESULTADO ALGUM. GOSTARIA DE SABER O QUE MAIS POSSO FAZER. POR FAVOR ME AJUDE
Edna Oliveira disse…
Gostaria que vc me ajudasse a superar essa fase tao dificil que estou passando ,minha filha faz 3 anos em outubro mais tem trauma de fazer coco ,toda vez é uma luta ,ela nao é ressecada ,simplismente se nega a fazer por causa da dor ,isso começou a acontecer depois do desfralde que ela mesma decidiu a hora ,me ajude por favor estou cada dia mais desesperada.
Edna Oliveira disse…
Gostaria que vc me ajudasse a superar essa fase tao dificil que estou passando ,minha filha faz 3 anos em outubro mais tem trauma de fazer coco ,toda vez é uma luta ,ela nao é ressecada ,simplismente se nega a fazer por causa da dor ,isso começou a acontecer depois do desfralde que ela mesma decidiu a hora ,me ajude por favor estou cada dia mais desesperada.
Anônimo disse…
Meu filho de 3 anos so faz coco com lavagem. Desde 1 ano e meio, após uma evacuação extremamente traumática, ele vem tomando diversos laxantes, fazendo uso de supositórios, mas a situação se agravou.
Já preguei adesivos no banheiro, inventei musicas, levei brinquedos, computador, fico sempre ao lado dele esperando e até faço coco na frente dele, mas nada funciona.
Levei num coloproctologista e a possibilidade de doença orgânica foi descartada, sendo o diagnostico constipação psicogênica crônica.
A alimentação e ingestão de líquidos dele não é boa, uma vez que ele nasceu com ma formação cardíaca, fez cirurgia com 3 dias de vida e sempre tomou muita medicação, o que atrapalhou as fases de apresentação da comida.
Estou desesperada porque meu filho esta perdendo a infância em função das fezes. Ainda não vi evolução alguma...me ajude.
Francine disse…
Oi Simone, meu filho está com 4 anos e desenvolveu a encoprese, o que percebi foi que na escola começar a ensinar que as crianças se limpem sozinhas depois do coco, e ele por não saber ou não querer se limpra começou a segurar e não fazer mais coco na escola, como ele passa o dia todo lá - das 7h30 as 17h, ficava muito tempo segurando, eu todos os dias perguntava pra ele se ele tinha feito e a resposta era sempre a mesma, não. Há 20 dias ele começou a fazer na calça, todos os dias umas 2 ou 3 vezes por dia,não conhecia a Encoprese infantil, e tive momentos de raiva, de não compreender o porque que ele estava fazendo isso, só hoje descobri, ao ler seu artigo, agora vou procurar ajuda profissional.
Anônimo disse…
Minha filha tem 5 anos e já havia lido sobre este tema na net, hoje fui levar ela no médico batata, ele disse isso se chama encorpese, pediu muita paciência para eu, disse que não vai ser fácil, disse que ela faz nas calças é uma maneira de chamar atenção até porque estou gestante, vem um maninho por aí...Parabéns pelo tema explanado ótimo não conhecia.
Anônimo disse…
É possível haver em crianças de +10 anos? Conheço uma amiga que diz que a filha tem...
Anônimo disse…
Acredito q meu filho de 4 anos esta com encoprese. Qm devo procurar primeiro um pediatra ou um psicologo?
Daniela F . de Lima disse…
Sabe Pais... eu sempre procurei artigos relacionados a este assunto na net.Meu filho tem 09 anos e desde que retirei das fraldas ele tem esse comportamento, já fiz de tudo, já conversei,bati fiz lavar as cuecas, levei a um psicólogo (mas por condições financeiras não continuei o tratamento) mas não obtive resultado, tenho medo só de pensar por quantos anos ainda ele continuará assim. O que devemos fazer?
O que posso fazer no momento é orar, pedir a Deus sabedoria para lidar com isso. É cair aos pés de Jesus que ele nos fortalecerá e mostrará o caminho que devemos seguir.
Anônimo disse…
tenho um neto com 12 anos que já faz alugum tempo que esta com esse problema só agora pesquisando na net descobri que era encoprese eu não entendia porque ele era tão mal humorado so agora eu entendí todos nós eu e os pais dele e ele sofremos muito com isso mas ja começamos o tratamento com uma psicóloga.obg por nos dar esclarecimentos sobre esse problema foi bom saber que tem cura e que tem varias pessoas que tem esse mesmo problema.

Luciana disse…
Olá Simone!
Minha filha que está com 3 anos hoje tem as fezes muito duras e evacua com sofrimento a uma ano atrás era mais,passei a dar agua de ameixa no suco e melhorou um pouco mas ela não aceita fazer coco no banheiro nem no pinico ela só faz na calcinha pois não usa mas fraldas e isso está me incomodando pois vai pra escola em 2014 e não estou conseguindo fazer com ela faça no banheiro,se insisto ela começa a chorar.Estou sem saber o que fazer,se puder me ajudar.Desde já agradeço
Aqui em casa passamos por este problema meu filho quase sempre que usa o video game e o pc para jogar evacua sem sentir segundo ele,meu filho possui 10 anos e virou uma constante na vida dele este problema gostaria de mais informações
Anônimo disse…
Aqui em casa estamos passando esta dificuldade, nosso filho tem 10 anos e quase sempre que joga video game ou usa o pc ele evacua saem perceber, segundo ele, já conversamos, deixamos sem os jogos e ele para depois volta quando permitimos jogar, será que seria algum problema emocional, euforia etc.. ele não tem traumas infantis, nossa familia é muito unida o que poderia fazer com que ele permitisse iso acontecer com ele?
Anônimo disse…
ola minha filha tem 15anos e desde os 6 sofre com problemas no intestino e as fezes são enormes e nem vai na descarga tem que tirar com alguma coisa fico preocupada com fica o reto e o anus os medicos passam apenas remedios nao sei oq fazer me ajudem por favor
Anônimo disse…
Olá,estou em desespero pois meu filho de 5 anos segura o cocô, com isso as vezes escapa sim, mas ele sofre muito com isso e eu muito mais.Chora muito pois as fezes são muito endurecidas,já estou em desespero pois estou usando laxantes nele.Tentei psicóloga mais nada resolveu.Ele pedi desculpa por sujar a roupa e toda vez que uso laxante é muito choro pois ele segura até não aguentar mais.Vou levá-lo em um gastro pediátrico pois ja não sei mais oq fazer..

Oi, sou Cléria e meu filho tem 8 anos e acho que agora é que entendi o que ele está passando. Ele suja a cueca todos os dias quase e quando pergunto porque não foi ao banheiro ele disse que fica segurando... não sei o que fazer, já dei castigo e agora faço ele lavar suas roupas, mas mesmo assim não para... o que fazer?
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisele disse…
Boa tarde, meu filho tem 5 anos e esta com este mesmo problema, ele sempre foi ao banheiro diariamente, mais a alguns dias ele vem sujando a cueca e varias vezes, só hoje já foram 3 banhos, já cansei de brigar, colocar de castigo, eu não sabia que poderia ser um caso de médico até me desesperar na terceira vez e vim procurar na internet se alguma mãe tinha o mesmo problema, meu caso é o seguinte, tem quase 3 meses que mudei de cidade, estamos longe da familia, isso pode estar afetando ele??O que eu faço?? Por favor me ajude, gi_ohana@hotmail.com
PATRICIA disse…
Meu filho tem todos esses sintomas de encoprese mas até então não sabia da doença. qual especialista procuro para dar inicio a tratamentos. além de psicologos. Patrici Rodrigues
Mone Eça disse…
Boa noite Simone estu com um problemão. Meu sobrinho tem 11 anos e tem incontinencia fecal, ele tem historico de ter ido ao banheiro algumas vezes de forma dolorosa, seca e invulgarmente grande.
Estou preocupada porque nao tenho direção. a pediatra mandou que mandassemos ele lavar as cuecas dele que ele parava = achei um absurdo!
Me oriente URGENTEMENTE qual o tratamento inicial porque ele ta fora jdo Juigidso escola de futebol, catequese e preocupadamente só esta frequentantando a escola (que por sinal é uma escola nova) e sofro pela ideia dele sofrer bulim.
Me ajude por favor
Qual o primeiro passo??
Muito obr,
Gessi Santos disse…
Estou preocupada e com consciencia pesada pq meu filho desde os 2 anos e meio veio apresenando esses problemas e com a chegada da irmã piorou...ñ faz coco no vaso e em lugar algum apenas na cueca...e eu ficava irritada com isso e acabei por brigar muito com ele...e agora para piorar ele está com problemas pq não faz coco de vez...suja a cuequiha mas não sai coco de verdade...e está com uma pequena dilatação no ânus por causa disso...parece - me que ele tenta segurar o coco na hora que sente vontade de fazê - lo...sente muita dor na barriga e eu estou aqui com peso na consciencia por ter brigado tanto com ele...o q eu faço?
nilce disse…
Oi pessoal estou mt feliz,por abordar esse assunto ,por coencidencia esse final de semana a namorada do meu irmao vei passar o fm de semanana minha casa com o filhode 6 anos que esta passando por esse problema. A mais de anos que gostaria de partinhar esse assunto. Tenho um filho q hoje tem 25 anos ,que teve encoprese ate os 12 anos achei o tratamento gratuito no hospital Perola Baytom em SP o tratamento e uma juncao de medicos: psicologo ,pediatra,gastro e nutricionista .fui no hospital por outro motivo e vi a gastro e perguntei sobre o assunto :quem e mae sabe o desespero ,nao sabe mais o q fazer e uma
umilhasao para ela e a crianca ,ver seu filho sendo rejeitado em tds os lugares e vc por ignorancia no assunto acaba judiando da crianca; a sencasao q da q ele nos quer punir de alguma coisa nos vemos de maos atadas nao a informacao sobre o assunto nunca vi em nem
um programa de tv apezar de ja ter sugerido. Acho q nem tds pediatras conhece o assunto tentei de tds as formas ajuda ate espritual gracas a DEUS encontrei.oq posso dizer as maes q tenhan paciencia mt amor e pocurem ajuda e mais normal q se imagna outras familias tbm passam por isso so q n divulgam
Anônimo disse…
Bom dia, eu tenho uma filha de 7 anos com este problema, verificamos as possibilidades fisiológica ainda não concluímos o diagnostico, gostaria de saber qual o próximo passo? Psicólogo? Nutricionista? Os médicos que procuramos não nós deram possibilidades de tratamento, a gastro quis fazer um exame de "refluxo"? não entendi o que poderia ter relacionado...a minha pequena sofre e eu junto dela, já é uma criança tímida...
Cristina disse…
Oi Simone, tudo bem?
Pelo que li em blog, meu filho tem Encoprese infantil. Ele está com 7 anos e já não sei mais o que fazer para ajudá-lo. Já tentei Gastro, Nutricionista, Psicóloga... agora agendei consulta com um proctologista. Quem realmente devo procurar para o tratamento dele? Qual profissional?
Adorei seu blog!!! Parabéns!!!
Ruth Mosca disse…
Olá Simone,
Tenho um menino com 4 anos, quando largou as fraldas, ainda fez no penico algumas vezes, mas pelo coco ser duro, começou-me a pedir fralda. Quando passava dias sem fazer, tinha que lhe meter um fralda. Ele encolhe as pernas para o coco não sair. E tem sempre as cuecas sujas. Já tentei alterar a alimentação, mas pelo que li no seu artigo, é mesmo psicológico. Há pouco tempo, teve uma crise de diarreia, onde saía quase preto. Será que devo leva-lo ao médico?
Ruth Mosca disse…
Olá Simone,
Tenho um menino com 4 anos, quando largou as fraldas, ainda fez no penico algumas vezes, mas pelo coco ser duro, começou-me a pedir fralda. Quando passava dias sem fazer, tinha que lhe meter um fralda. Ele encolhe as pernas para o coco não sair. E tem sempre as cuecas sujas. Já tentei alterar a alimentação, mas pelo que li no seu artigo, é mesmo psicológico. Há pouco tempo, teve uma crise de diarreia, onde saía quase preto. Será que devo leva-lo ao médico?
Fernanda disse…
Meu filho tem 4 anos e 9 meses e sofre muito com isso. Há 2 semanas comecei fazer terapia achei q seria com ele mais a psicóloga disse q não, q será comigo pq é um comportamento aprendido e q eu tenho um papel fundamental em ajudá-lo a superar. Ele chega a ficar 8 dias sem fazer cocô, não aceita o vaso e nada q tenha a mesma função como troninho ou acento infantil. Até com supositório ele tenta segurar o cocô e só faz qdo não tem jeito mesmo o q ocorre mais durante a noite qdo está dormindo.
Anônimo disse…
Minha filha de 7 anos esta com esse problema a meses. Nao aguento mais o cheiro mal e as roupas sujas.. vejo que tem crianças grandes q sofrem domesmo problema.. vou ter q me acostumar com isso a vida toda? Tenho que procurar q tipo de especialista para ajuda la?
Anônimo disse…
Olá, gostei muito das informações que este pequeno texto contem, mas eu gostaria de tirar uma duvida, meu filho de 5 anos ele usa fraldas para dormi ainda e eu estou ha uns 3 anos lutando pra tirar ele das fraldas mas ele tem muito medo de ir ao banheiro evacuar porem ele já faz xixi no banheiro, mas quando ele quer avacuar ele fica andando de um lado para o outro, fica muito incomodado, suja a cueca... mas não pede pra ir no banheiro, quando eu percebo que ele esta assim eu chamo ele pra ir no banheiro, mas ele não faz tudo no vaso sanitário, ele começa sujando a cueca ai faz um pouco no vaso,depois ele faz no chão do banheiro ou segura pra fazer de noite na fralda.
Por favor me ajude.
Obrigada.
Anônimo disse…
Amigos e amigas!

Semelhantes a muitos de vocês estou lidando com a situação de encoprese em relação ao meu filho de 5 anos. Tenho ainda duas filhas que não vivenciaram essa situação.
Já estou no terceiro pediatra e passamos também por um gastroentereolista pediátrico. Este último indicou uma dieta rígida, a fim de evitar a constipação. Não deu resultado. Indicações de alimentos, exercícios para colocar no vaso, paciência, e laxantes, etc... nenhum deles deu resultado. O sintoma continuava... sujava a cueca diariamente, 4 a 5 vezes ao dia. A barriga ficava inchada e se percebia claramente o acúmulo do bolo fecal.
Utilizei supositório, mas não funcionou. Há uma semana recebi a indicação de utilizar um laxante (via anal)- MINILAX (sorbitol + laurilsulfato de sódio - 714 mg/g + 7,70 mg/g. Foi resultado certo. Na primeira aplicação ele sentiu um forte reação de ir ao banheiro. Ficou apavorado segurando (talvez com medo de que doesse), mas saiu uma enorme quantidade de fezes e a barriga aliviou bastante. Ele ficou uns 4 dias sem defecar na cueca. Nos dois dias anteriores iniciou o vazamento na cueca e hoje utilizei novamente e saiu quase o dobro do que saiu da vez passada. Concluindo. A encoprese (retenção das fezes), em sua maioria das vezes é por causa de constipação devido a dieta (pobre em fibras) ou por causa da criança ter sentido alguma dor quando foi defecar. É preciso porém liberar o acúmulo de fezes, a fim de que intestino volte ao tamanho e funcionamento normal. O meu filho ficou feliz, pois observou que nas duas vezes que evacuou uma grande quantidade, NÃO HOUVE QUALQUER TIPO DE DOR. Compartilho com vocês esta experiência, pois semelhantemente também sofri bastante com as constantes trocas de roupa e principalmente porque o meu filho já vinha sofrendo com a situação até mesmo não desejando participar de algumas atividades com medo de que viesse a passar vergonha. Espero poder ajudá-los com essa informação e trazer esperança para a solução desse incômodo que afeta não só à criança, mas também a toda família. Caso queira entrar em contato marcelo.anna@gmail.com
alessandra neris disse…
olá bom dia meu filho tem 8 anos e passa por esta situação . as fezes dele não são duras com percebi os seus relatos . são normais , ou as vezes um pouco mais moles . mais independente ele sempre faz na roupa , muito difícil se lembra de ir ao banheiro , fala que não sente quando sai as fezes isso está deixando ele isolado e agressivo com as outras crianças . opai não compreende . estou precisando de ajuda !
Anônimo disse…
Simone Barbosa pasquini estou agoniada preciso de um toque não sei mais o que fazer meu filho de 3anos nao quer fazer cocô estou dando pentalac simbioflora e nada acontece. Ele fica 5 dias sem evacuar me ajuda me da uma dicas seila to perdida ja levei em gastro em pediatra e nada :'/
Anônimo disse…
Ola meu filho tem 12 anos e todos os dias suja a cueca as fezes dele são muito duras gostaria de saber se uma mudança na alimentação dele vai resolver o problema porque acho que não tem nada de emocional ele nem da bola quando vejo e fico brava
Na vedade queria que vc me ajudasse não sei o que fazer desde já agradeço
Ailton Passos disse…
Fiquei emocionado após ler essa matéria tão importante.Tenho um filho com 7 anos que passa por esse problema achava que ele não parava para fazer coco por que estava brincando.
Cássia disse…
gostei muito de ler este artigo.minha filha de 8 anos,há 4,sofre com esse problema.ela ja faz tratamento com uma psicóloga.mas as vezes eu acho que nao está adiantando.se puder me mande mais orientações sobre isso.cassia_regin@hotmail.com
Risolete disse…
Boa Noite!
Gostei muito deste texto sobre Encoprese Infantil. Estou vivendo esta experiência e diga-se de passagem (horrível). A gente se sente impotente e literalmente de mãos atadas. Paciência é a palavra chave, já me disse o pediatra, quando levei minha filha de 3 anos, quando tudo se iniciou ano passado (2013). No caso dela não é orgânica (constipação) e sim um trauma bem sério que ela sofreu de agressão tanto pela avó paterna como do pai. No início não prestei atenção nos sinais que ela me mostrava. Detalhe importante é que ela já não utilizava fraldas desde os 2 anos. O processo desencadeou depois da páscoa do ano passado. Percebi algumas marcas. Mas o comportamento se tornou uma rotina: segurava o cocô, ficava escondida no cantinho perto do sofá e fazia na calcinha. A avó negou tudo. Já o pai, ignorante admitiu ter batido nela com uma varinha. Me desesperei, brigamos e para a minha surpresa ele me deixou, aliás deixou a própria filha no momento em que mais ela precisava. Iniciei o tratamento com psicólogo ano passado. Melhorou um pouco. Retomei este ano. Hoje ela faz no penico, mas ainda sim segura. Tinha muito medo do banheiro, sem falar nos absurdos que ela me contava que a avó fazia. Relatei tudo ao psicólogo, na agenda da pequena está tudo anotado, desde as consultas com os pediatras (levei em dois) e os encaminhamentos ao psicólogo. Hoje ela frequenta uma escola particular de educação infantil. Se adaptou bem, mas não consegue ainda fazer o cocô com naturalidade. Mas eu tenho fé que ela vai conseguir com o tratamento adequado. O que mais me apavora é que casos como o da minha filha são comuns e acontecem na própria família. Devemos estar mais atentos ao sinais que nossos filhos nos mostram ou ao menos tentam.... obrigada.
Anônimo disse…
Ola, Simone tenho um sobrinho de 4 anos, ele so faz coco na roupa diz que tenho medo e não gosta de sentar no vaso , o que eu posso estar fazendo
obrigada
Anônimo disse…
minha filha completou 6 anos no dia 01 de maio, é adotada desde o primeiro dia de nascida amo como se fosse biológica, mas a partir dos 2 anos ñ faz coco normal passa de 8 dias e quando faz é muito grosso, ñ sei como ela consegue. faço de tudo pra ela fazer todos os dias, em vão. já ñ sei o que fazer é um sofrimento pra ela e pra mim. o que posso fazer. você pode me ajudar
Anônimo disse…
Meu filho tem 16 anos e estou passando porissso e ñ tem diagnóstico de medicos já o levei em varios medicos e nem um me da uma soluções e ele se sente com vergonha porisso.me ajude.
Anônimo disse…
No caso da garotinha que sofre com a dificuldade de defecar e quando defeca é muito grosso e sofredor para espelir, digo que meu filho tem 5 anos e sempre teve essa dificuldade, hoje não mais., porque fomos orientados em lher dar uma colher de oleo mineral todos os dias, porem demorou um pouco para regularizar tem que ter paciencia e hoje ele continua fazendo um coco grosso mais não mais sofrido como antes, outra coisa que ajuda quando ele demora defecar é dar suco de laranja nos dias que ele está com essa dificuldade., espero ter ajudado....
Anônimo disse…
Meu filho tem 3 anos e 2 meses e gostaria de saber se ele pode estar sofrendo de encoprese ,ele fica ressecado algumas vezes e se dou óleo mineral ou suco de laranja batido com ameixa e mamão dai ele defeca mas so na roupa ou fralda , voltei ate a usar fralda nele , fico sem saber o que fazer . me ajudem estou confusa e preocupada.
Simone, minha de filha de 11 anos já tem mais de 3 anos com este problema, fiz exames e nada. levei no psicologa e também não houve melhora. O que devo fazer?
Anônimo disse…
meu filho tem quase 6 anos, não me parece que ele não tem a encoprese ( pois as fezes não escapam involuntariamente) , mas reluta em usar o vaso sanitário para evacuar, apenas para o xixi.
percebo que ele segura o coco durante o dia e deixa para fazer à noite ( já na cama).
Já tentamos muitas conversas, ele é muito inteligente, mas quando tocamos neste assunto ele sempre tentar desviar..
qual sua opinião?
Obrigada , Sandra
Adailma Carneiro disse…
Olá Simone!
Muito bom ler esse texto, só confirma o que já foi dito sobre minha sobrinha de 9 anos. Ela é constipada e também apresenta o outro problema que você citou. A nossa preocupação é... ela tem sido submetida a constantes lavagens intestinais, pois está num ponto de quando demora de evacuar ela sente dores , tem febre, vomita e não quer se alimentar. Estamos muito preocupadas. O que fazer?
Lúcia disse…
Simone,meu filho nasceu com uma doença chamada Mega cólon congênito e ainda aos 2 meses fez uma cirurgia para corrigir o problema.Hoje ele tem 6 anos e desde os 4 começou a fazer cocô na cueca.Já o levei ao médico para revisar a cirurgia e o médico que cuidou dele quando bebê afirmou que ela esta perfeita.Recomendou uma dieta com gelatina em pó,porém a situação continua e até ler esse artigo vinha tratando a situação de maneira errada.Preciso da ajuda de um especialista,pode indicar algum em Salvador?
Anônimo disse…
GENTE A SIMONE SÓ PODE TER MORRIDO, POIS NÃO COMENTA MAIS NADA!!!
Anônimo disse…
Boa tarde pessoal! Percebo que na maioria dos casos, o início desse problema é o fato de a criança ou jovem ficar com as fezes tão ressecadas que sentem muita dor ao defecar. Sabemos que isso pode até irritar as veias do ânus e causar hemorróidas...Resumindo, o que causa esse ressecamento é o mal funcionamento do fígado, portanto ajuda imensamente se tratarmos esse problema oferecendo um tratamento que normalize ou estimule o fígado e principalmente a vesícula biliar a produzir a bile adequadamente.Chá de boldo, Eparema ou outro remédio próprio para o fígado ajuda muito. Quando passamos um nervoso muito grande,ou saímos da nossa rotina, geralmente o fígado altera seu funcionamento e ficamos com o intestino preso (observem quando viajamos).
Laryssa Ferreira disse…
muito obrigada pela explicação, meu sobrinho de 7 aninhos está com esses mesmos sintomas, eu digo a minha irmã para leva-lo ao psicologo, pois ele passou por traumas, separação dos pais, brigas..... mas ela não se preocupa com isso. o que devo fazer?
thaís disse…
Meu filho tem 10 anos,não controla as fezes.As vezes acho que sabe o que está fazendo,outras vezes não.Tem problemas neurológicos,mas ainda não tem diagnóstico fechado.O que fazer para ajudar? Estou desesperada!
Arlane disse…
Oi pessoal, boa noite. Assim como a maioria de vocês estou passando por esse problema com meu filho. Ele acabou de completar 5 anos e pelo que avaliei em todo esse tempo e pelo que estudei sobre a encoprese, tudo ocasionou devido ao ressecamento de suas fezes...o que o faziam sentir muita dor ao defecar. Nunca imaginei que causariam tal problema. Logo de inicio fiquei muito nervosa e preocupada...me desesperei. Mas vi que isso nao ajudaria em nada. Foi entaõ que encontrei esse blog e vi outros casos como o meu. Realmente é um problema muito difícil de ser compreendido. Principalmente por lermos casos em que só nos fazem ficar ainda mais pra baixo. Pessoal ...vai ser dificil, eu sei...meu filho ainda tem 5 anos sei que ainda tem muito chão pela frente. Mas estou aqui hoje pra dizer pra vocês que isso tudo vai passar. Que temos que ter força, paciencia e muita fé, Alem de cuidar deles com todo carinho desse mundo. Espero que DR. Simone possa nos responder o mais breve possível. Ainda não iniciei nenhum tratamento com o meu filho ainda estou a procura de um bom especialista no caso. Mas assim que tudo der certo voltarei aqui pra contar que tudo correu bem. Que ele ficou bom. Que tudo passou.
Fiquem com Deus.

Anônimo disse…
ola...estava olhando na internet e achei seu mail..tenho um filho de 3 anos e faz coco na roupa.já fiz de tudo converso, bati, puis ele de castigo e nada resolve.. ai resolvi olhar pra saber oque faço tem como você me ajuda por que vi em uns dos seus comentários você falando com uma mãe que a idade de 3 anos não fazem tratamento e isso mesmo... e queria que você me desse uma dica de como posso ajudar meu filho...oque deu pra ver q ele não senta no pinico e nem no vaso parece que não gosta ou tem medo ... ele esconde de baixo da cama ou da mesa... e vejo q isso em comoda ele ...oque faço tem como me ajuda....ele e um menino muito esperto bonzinho ando com 8 meses de idade falo rápido,faz xixi no banheiro direitinho.. tenho medo de não saber ajudar meu filho e atrapalhar mais ainda...obrigado espero sua resposta..
edilaine gomes disse…
ola...estava olhando na internet e achei seu mail..tenho um filho de 3 anos e faz coco na roupa.já fiz de tudo converso, bati, puis ele de castigo e nada resolve.. ai resolvi olhar pra saber oque faço tem como você me ajuda por que vi em uns dos seus comentários você falando com uma mãe que a idade de 3 anos não fazem tratamento e isso mesmo... e queria que você me desse uma dica de como posso ajudar meu filho...oque deu pra ver q ele não senta no pinico e nem no vaso parece que não gosta ou tem medo ... ele esconde de baixo da cama ou da mesa... e vejo q isso em comoda ele ...oque faço tem como me ajuda....ele e um menino muito esperto bonzinho ando com 8 meses de idade falo rápido,faz xixi no banheiro direitinho.. tenho medo de não saber ajudar meu filho e atrapalhar mais ainda...obrigado espero sua resposta..
Anônimo disse…
minha filha sofre com isso,meu coração doi muito em saber,espero que passe logo,ela tem 5 anos
Anônimo disse…
Olá
Meu Nome é Virgilia, minha filha de 2 anos e 7 meses está passando por esse problema, o problema dela começou por causa de fezes dura devido a alimentação, pobre em fibras, depois que ela teve um coco duro e sentiu muita dor para expelir, não quis mas fazer coco, toda vez que ela sente vontade chora muito e segura, corre pela casa e balança as mãos, o problema está relacionado também a tirar a fralda ela não quer usar o vaso, vou levar ela ao médico pois estou muito preocupada porque ela teve febre essa madrugada e está reclamando de dores abdominais, espero que seja de fácil resolução se puder me ajudar em alguma coisa.
Desde já agradeço
Virgilia
Anônimo disse…
Amei o seu comentário pois esto muito preocupada com minha neta.
Ela esta com nove anos, e faz coco na roupa ha escola disse para procurar o psicologo.Eu acho que foi trauma, ela caiu e arrancou os dentinho de leite da frente, acho que pode ser isso.Agradeço se puder mim ajudar sou uma vó desesperada, muito obrigada.Eu sou Lucélia.
Arlane disse…
Boa noite gente...ha pouco tempo atras escrevi sobre o meu filho...sobre o casi de encoprese em que ele se encontrava..e ora minha grande felicidade...ele ficou bom... A encoprese tinha ocorrido depois dem problemas fisiologicis de constipaçao..e eu mesma cuidei do tratamento dele, com bastante cautela e precisão. Mudei toda dieta alimentar...o apoiei a cada cuequinha suja...e ficava ate feliz e realizada pois ele conseguia fazer cocô de qualquer maneira...e comno meu apoio e compreenção ele ficou bom..o segredo minha gente...é o amor... É o apoio a criança , e nao constrnangê-la mais...sejam compreensivos e amigos dos seus filhos. Tenho certezavque assim como o eu...o de todas vocês irá reagir bem a um simples tratamento. Que Deus abençoe a vida de cada um. E nao se esqueçam ...sao eles que mais precisam de nossa ajuda. Entao sejamos nós os psicologos, os terapeutas, os medicos,os nutricionistas deles...eles vao se sentir muito melhor...
Pedro Miguel disse…
boa tarde estou a passar por isso com o meu filho desde que lhe tirei as fraldas no infntario era coco e xixi agora esta no 2º ano e faz coco diz ue nao se sente...o ue eu eide fazer par o ajudar e que ele ja nao tem amigos por causa destas situacoes e e muito gozado na escola ajude me obrigado

kleber disse…
Ola!
Meu filho de 04 ainda faz cocô nas calças. A frequencia com que defeca parece regular, mas é um cocô duro e pelo que já observanos, ele nao faz esforço para defecar. Desde muito pequeno conversamos com ele para chamar papai ou mamãe quando sentir necessidade, ja compramos vasinhos de bichinhos para inctiva-lo, ja adquirimos o suporte para adaptar ao vaso normal de casa, mas nao tem jeito, quando percebemos já tá sujo. Não me parece ser emocional, pois nao nos recordamos de nenhum trauma que ele tenha sofrido e esse ano começou a estudar e tenho receio que isso ocorra na escola e ele acabe sendo humilhado pelos coleginhas e criando trauma. Não sei como proceder, se é caso para pediatra ou psicologo. Preciso de ajuda.
Anônimo disse…
oi meu nome e Eliel
Meu filho apresenta esse tipo de comportamento depois que a minha filha nasceu a 01 ano atras, ele vem ultimamente defecando na roupa, e nao sabemos o q fazer. sei q as vezes pegamos pesado com ele por causa disso, mais nao tinha entendimento no assunto.
Gostei muito da materia ja vai me ajudar com certeza em alguns aspectos.
esouza_gouveia@hotmail.com
Lais Santos disse…
Olá,Doutora estou desesperada com o meu filho de nove anos ele esta passando por esse problema de encoprese,ele é muito gozado pelos outros alunos da escola dele já sofreu até perseguição de outro aluno por estar cheirando mal,por isso se isolou e não quer saber de fazer amizades,ele troca de roupa o dia inteiro pois não consegue conter as fezes que são duras e em pelotinhas escuras e muito mal cheirosas,o que devo fazer?Gostei muito da sua matéria pois identifiquei todos os problemas que meu filho esta passando.Eu sofro muito junto com ele pois não consigo ajuda-lo da forma adequada.Não dou laxantes a ele com medo de piorar ainda mais o quadro dele,fiz lavagem uma unica vez nele.Sera que posso dar laxantes a ele até conseguir um diagnóstico mais exato e poder começar um tratamento? laisbrasillocal@gmail.com
Adriane Moura disse…
Olá, Meu filho tem oito anos e há uns cinco meses começou sujar a roupa íntima de fezes, estou muito preocupada e me sentindo incapaz em ajudar meu filho. Até descobrir que se trata de um problema orgânico/psicológico eu ficava irritada com ele achando que era birra. A pediatra dele pediu pra procurar tratamento psicológico, no entanto, tenho me deparado com a desinformação sobre o assunto por parte dos psicólogos que procurei. O que devo fazer nesse caso? Como devo proceder?
Fui procurar sobre o assunto, pois acredito que minha filha esteja passando por isso, foi muito importante ler sobre isso pois estava realmente brigando muito com ela por causa disso, devo procurar um pediatra para poder solucionar isso?
Jeissiane Alcantara disse…
Oi Simone estava procurando algo sobre isso e gostei de suas explicações... minha filha tem 15 anos e desde os 10 mais ou menos venho percebendo que ela faz coco na calça, acho roupas intimas dela suja escondida, mas quando pergunto ela se cala e até chora... nao sei oque fazer...
Anônimo disse…
Ola, sou psicologa e mais ou memos 2 semanas recebi uma carta pedindo uma avaliacao para um neuroloista de uma crianca de 5 anos com varios fatores relacionaos a aprendisagem e convio social. Os pais ficaram assustaos, e levaram para um neuro que nao quis medicar sem minha avaliacao, ja nas primeias sessoes percebi que se trata de uma crianca inteligente e totalmente diferente da avaliacao escolar, onde dizem que ela esta cada dia regredindo e se tornando agressivo, detalhe a mae so feio a me comunicar na anaminese de que ela tinha encoprese, a escola nem imagina. Estes comportamentos podem estar relacionados a encoprese? vou pedir autorizacao aos pais e ir a escola, pois acho esta informacao de estrema importancia para os seus educadores estarem atentos Ao caso. Obrigada
Amanda disse…
Boa noite! Simone, primeiramente, parabenizo pelo texto, com tema tão relevante, bem como pela atenção com seus leitores! Então! Tenho um
priminho de 3 anos e 2 meses que tem apresentado, há cerca de 07-08 meses, episódios de defecar na roupa, em geral no quarto onde ele tem os brinquedos. Ele não tem/teve constipação e reconhece que deve usar o vaso sanitário, apesar de às vezes "teimar" que o local é lá, no quarto de brinquedos. Ele é muito alegre, sorridente, carinhoso e gosta de chamar atenção. E não tem qualquer traço de timidez, mas claro, fica acanhado quando está sujo. Vi a questão dos 4 anos como critério para encomprese! E no caso dele, que antes usava o vaso, e agora tem defecado na roupa com mais frequência? O que você recomenda? O que investigar? Ficamos perdidos. Minha tia não sabia a respeito do tema e já o castigou algumas vezes. Os pais brigam quando ele faz isso! Não sabemos qual conduta é adequada.
Fábio Olis disse…
Meu filho de 11 anos está desta maneira, não sei oq fazer, por favor alguém me ajude
Anônimo disse…
Janice. Meu filho tem 3 anos. Nunca fez todos os dias, para fazer temos sempre que estimular atraves de pedidos para ele e sons que fazemos como se fosse fazendo forca para sair o cocô. Mas agota estar pior ele nao que fazer mais forca por isso focou 7 dias sem fazer, teve que ir ao hospital fazer lavagem foi traumatizante para todos. Nao faz no vaso. Nao sei o que fazer
Anônimo disse…
Simone, por que nao responde?
Anônimo disse…
olá pessoal,estava lendo os comentarios e percebi que tds os comentarios sao de maes ou parentes da criança, so que no meu caso nao vai ser assim.... eu tenho 13 anos e desde os meu 6 anos sofro com a enurese noturna e diurna e a encoprese diurna,tenho constipaçao e sou muito ansiosa pra tudo. logo no começo minha mae me levou no gastro e ele disse que era da idade e com um tempo isso iria parar,mas ate agora nada, ate uns 5 anos anos atras minha mae achava que eu fazia isso porque queria,me castigava e ate me batia, muitas vezes eu ja escondi calcinha eate joguei fora sem ela saber por medo de ela me castigar. mas ai eu comecei um tratamento ha 4 anos atras com a psicologa,gastro e neuro, mas infelizmente me mudei de cidade e junto ocorreu a separaçao de meus pais (ja percebi que isso ocorre muito por causa do meu psicologico),por isso faz 3 meses que estou sem o tratamento e ate agora nao consegui nada, mas o pior é q ha 1 mes me tornei mocinha e agora chega a ficar aquela coisa nojenta, pois mistura fezes,urina e sangue.... na minha escola ninguem sabe pois tenho vergonha de contar,mas esses tempos atras me colocaram o apelido de "queijinho mijado" e quando contei a diretora sobre isso e ela tomou as devidas providencias ficaram me ameaçando e na hr da saida vieram atras de mim pra me bater, minha sorte é que a casa da minha vó é na rua da escola... esses dias atras um amigo meu conheceu um menino que estudou comigo quando eu tinha 6 anos e esse menino contou ao meu amigo que eu fazia xixi nas calças na escola e assim meu amigo veio perguntar pra mim, eu morrendo de vergonha, tive que falar que nao era verdade,mais ele fala disso ate hoje! bom,queria ajuda do que posso fazer pois nao aguento mais tudo isso, eu deito na minha cama e esta aquele fedo de urina,nao posso dormir nas minhas amigas nem em parentes pois tenho vergonha... me ajudem por favor...
um beijo e obg,
Anônimo disse…
Olá, estou passando por um caso de constipação com meu filho de 6 anos e 7 meses. Hoje chorei muito, porque me senti uma porcaria de mãe...sério é desesperador. Estou dando uma vez que outra um tipo de laxante muito antigo e conhecido, que na realidade é uma homeopatia. Hoje ele passou o dia deitado que é a forma de segurar tbm, levei-o para o banho prque algumas vezes ele acabava fazendo no box e nada. Vaso sanitário, supositório de glicerina, chá de marcela...e nada. Já está chegando em um ponto que ele acaba agredindo o pai dele e eu, de tanto pânico que ele fica. Confesso que lendo todos estes posts, não me sinto mais uma mãe de um outro planeta. Ele já está fazendo tratamento com a psicóloga a quase dois meses e como não via resultado, amanhã pela manhã na consulta já ia chegar para encerrar o tratamento mas como vi aqui a coisa é demorada mesmo. Muito obrigada pelo post, foi muito esclarecedor e agora intendo que requer muita paciência e apoio dos pais. Só peço que Deus me dê forças para continuar e vencer esta batalha, obrigada.
Flávia disse…
Olá! Meu filho tem hoje 4 anos e 8 meses e, desde q iniciou a retirada da fralda na creche, com 2 anos, teve restrições a fazer coco normalmente. No início, senti q parecia q ele tinha medo do vaso sanitário e imaginei q alguma coisa poderia ter acontecido na creche. Dessa forma, ele pedia pra gente colocar a fralda para q ele fizesse coco, pois não usava nem a privada, nem o pinico. Fizemos de tudo, sentavamos com ele no banheiro e contavamos historinhas, dávamos tchau pro Sr. Cocô, usamos livros q davam descargas, assistíamos e cantávamos com o clip do cocô do Cocoricó... Nada disso adiantou. Ele pediu a fralda para fazer cocô até os 3 anos e 1/2. Fomos 2 vezes com ele ao Hospital pra fazer lavagem, pq as fezes criaram tampões e não saíam. Hoje, eu e o pai dele nos separamos e o problema só se agrava. Ele prende tanto o cocô q atrapalha sua interação e brincadeira com as outras crianças. Não consegue comer quando está com a barriga cheia de cocô e agora "aprendeu" a prender até o supositório!! Quando damos guttalax, prescrito pelo pediatra, ele só solta na calça qdo fica impossível de prender. O q mais está me assustando agora é q ele fica em pânico qdo colocamos ele no vaso. Ele estica as pernas para evitar de sentar e grita e bate as pernas descontroladamente. Para vc ter noção do tamanho do descontrole, já ligaram algumas vezes para o apartamento do meu ex-marido para perguntar se ele estava espancando a criança. Ele está há quase 2 meses na psicóloga, mas estos desesperados. Vc poderia nos auxiliar de alguma forma, por favor? Muito obrigada por toda a atenção.
Nataly Ferreira disse…
Nossa estou passando por esse problema sempre fui ausente como mãe devido ao emprego ao qual recentemente abandonei p cuidar mas ERREI MUITO punia minha filha castigava-a até realmente entender o problema pensamos ser uma birra; mas não é. Obrigada pela pág. Tão interessante!
Nataly Ferreira disse…
Nossa estou passando por esse problema sempre fui ausente como mãe devido ao emprego ao qual recentemente abandonei p cuidar mas ERREI MUITO punia minha filha castigava-a até realmente entender o problema pensamos ser uma birra; mas não é. Obrigada pela pág. Tão interessante!
Nataly Ferreira disse…
Nossa estou passando por esse problema sempre fui ausente como mãe devido ao emprego ao qual recentemente abandonei p cuidar mas ERREI MUITO punia minha filha castigava-a até realmente entender o problema pensamos ser uma birra; mas não é. Obrigada pela pág. Tão interessante!
Patty disse…
Nossa to passando pelo mesmo problema há cinco anos hoje meu filho ta com nove e ainda faz isso não aguento mais ,as vezes acho que é safadeza ,eu não levei no psicólogo, só no pediatra e fiz o tratamento de remédios para facilitar a saída do coco ,regular o intestino,mais sem nenhum resultado as Bato ,Brigo com ele..mais depois é só arrependimento. O meu medo é de estar na escola e alguém perceber e ele sofrer..porque várias vezes eu pego na escola e ele ta com mal cheiro.. É muito triste ,não sei o que fazer me de uma resposta por favor.aguardo.
Patty disse…
Nossa to passando pelo mesmo problema há cinco anos hoje meu filho ta com nove e ainda faz isso não aguento mais ,as vezes acho que é safadeza ,eu não levei no psicólogo, só no pediatra e fiz o tratamento de remédios para facilitar a saída do coco ,regular o intestino,mais sem nenhum resultado as Bato ,Brigo com ele..mais depois é só arrependimento. O meu medo é de estar na escola e alguém perceber e ele sofrer..porque várias vezes eu pego na escola e ele ta com mal cheiro.. É muito triste ,não sei o que fazer me de uma resposta por favor.aguardo.
Anônimo disse…
Boa Noite Simone
Estou passando por isso com meu filho de 8 anos e agradeço muito pelo esclarecimento.Estava agindo errado pois acabava punindo ele por achar que era preguiça de ir ao banheiro. Mas vejo que previsarei de ajuda, para ele melhorar. Qual profissional procuro?
Obrigada
Anônimo disse…
olá boa noite!! tenho um filho de 8 anos e ele faz cocô na cuequinha "tds os dia" não sei mais o que fazer. Estou começando a achar que é psicológico pq que o que poderíamos fazer para ajudá-lo já o fizemos... por favor me diga o que devo fazer para ajudar meu filho! no dia a dia passamos por situações constrangedoras por causa disso, as vezes ele cheira mal de longe toma vários banhos durante o dia, eu pergunto a ele se ele não sente isso ele diz que não.. por favor e responda!!!
Anônimo disse…
ola boa noite ...eu ja nao sei oque fazer meu fiho tem 4 anos ele nao usa mais fralda mas na hora do coco ele pede para por a fralda,tem um porem ele nao faz coco na privada so faz xixi mas si colocar a fralda ele faz coco em menos de 5 segundos....me ajuda to desisperada ja nao sei oque fazer giovaana
Anônimo disse…
Ola meu filho ten 10 anos r fax coco na calca a mais de um ano ja Paso com gastro ., piscologo nutricionista e continue no mesmo ele diz que nao percebe acho que o caso dele e emotional mad nao sei Como resolve me ajude pot favor
rafaela ramos disse…
Oi amigo passo pelo mesmo problema, meu filho tem 11 e des de 4 suja cueca e raramente evacua, n sei mais o q fazer ele sofre muito e eu tmb


Mônica disse…
Olá Boa tarde!
Simone meu filho de 7 anos esta passando por este problema, sou psicóloga e me cobram por isso.
Faz mais ou menos 1 ano que ele iniciou esse processo, atualmente com muita frequencia. Inicialmente eu brigava, chama a atenção, mas percebi que não resolvia. Hoje eu e o pai conversamos bastante com ele.
Além das conversas, tem outra forma que podemos auxiliar? Livros ou algo parecido? É necessário levar ao pediatra? Ou indica psicoterapia?
Se defecar no rio pode causar alguma doença
Anônimo disse…
Boa noite, minha filha tem 8 anos e começou a fazer cocô na roupa há 2 anos, acho que é emocional, pois tudo isso foi após minha separação, o que devo fazer, estou desesperado.
Preciso de ajuda. Meu filho tem 4 anos e meio. Tirei ele da frauda com o xixi com 1 e 2 meses com menos de 10 dias, mais o coco até hj não consegui. Ele foi uma criança muito ressecada quando bebê. E diz que vai doer quando senta no piniquinho ou privada. Já tentei de tudo, nao adianta. Ele faz coco só na cueca e sempre se isola no canto da sala para fazer, quando pergunto se ele quer fazer coco diz que não e já faz na roupa. Depois pede para eu tirar. Agora está pior pq na escolinha já está sofrendo bulling dos amiguinhos. Estou desesperada.
Preciso de ajuda. Meu filho tem 4 anos e meio. Tirei ele da frauda com o xixi com 1 e 2 meses com menos de 10 dias, mais o coco até hj não consegui. Ele foi uma criança muito ressecada quando bebê. E diz que vai doer quando senta no piniquinho ou privada. Já tentei de tudo, nao adianta. Ele faz coco só na cueca e sempre se isola no canto da sala para fazer, quando pergunto se ele quer fazer coco diz que não e já faz na roupa. Depois pede para eu tirar. Agora está pior pq na escolinha já está sofrendo bulling dos amiguinhos. Estou desesperada.
Anônimo disse…
vou contar minha história, pois acho que pode ajudar muitos... Minha filha até o desfraldamento (2 anos) fazia o cocô na fralda normalmente. Quando aconteceu o desfralde, ela não se sentiu segura e começou a segurar o cocô para não fazer na calcinha ou no vaso. Todos falavam que era normal. Mas como ela segurava, começou a doer quando ia fazer, aí virou um ciclo vicioso...segura, faz, dói e por aí foi... Ela chegou a deixar escapar o cocô pela calcinha por mais de 1 ano. Mais era psiclógico mesmo, pois ela cruzava as pernas, gritava, chorava e até xingava o cocô. No início eu ficava brava, impaciente. Aí comecei a levá-la numa psicóloga. Ela chegava a segurar até 10 dias. Não sabia mais o que fazer, estava disposta a levá-la em uma gastro pediatra, quando pedi muito a Deus que curasse minha filha desse trauma. Ela foi curada, porém, ainda passa por dificuldades... Levei em um gastro. Ele passou Tamarine, ajudou muito. É natural. Mudei totalmente a alimentação dela, continuo com o acompanhamento na psicóloga e tenho tido muita PACIÊNCIA. Palavra Chave. Essa semana, inclusive faz 5 dias que ela não faz cocô, mas, ela já não deixa escapar na calcinha e nem xinga mais o cocô e não cruza as pernas tb. Ela pode ter tido ou tem encoprese?
patricianeves_tn@hotmail.com
thays disse…
Olá!!! Boa noite... Meu filho apresentou constipação até os 3 anos... Hj ele tem 9 anos e desde os 4 ele tem escapes de fezes todos os dias ( trocas de aproximadamente 6 peças de roupa por dia), e com idas ao banheiro diária de 5 a 25 x ao dia. Ele já foi a psicóloga, faz tratamento com uma gastro infantil há mais de 1 ano. Já fez exames de imagem, laboratorial, teste para fibrose cística e nada ate o momento diz o que ele tem. Eu particularmente já n sei mais o q fazer. Vivo buscando coisas na internet e nada fica claro em minha cabeça. Eu como mãe me sinto uma incapaz e sendo uma profissional da saúde fico ainda pior. Pois a 5 anos fico tentando entender o pq. Esse quadro afetou o crescimento dele, ele é uma criança de 9 anos com tamanho de 7 e comportamento de uma criança de 5. Ele parece n se importar com o quadro em q vive ( se conformou com a situação) o mal cheiro q ele exala, n o incomoda ( apesar disso nenhum amigo zoa ele ou fala do mal cheiro), porém sei q logo acontecerá. Pois a cada dia q passa as frequências de evacuações na roupa estão aumentando. Já n posso ir a um restaurante com ele... E muitas vezes ficar no mesmo comodo é realmente incomodo p toda a família. Ele fara um clister opaco ( para saber se há algum defeito no intestino) e tbm uma manometria anorretal ( p verificação do tônus muscular do anus). Se esses exames n derem nd como os últimos feitos ao decorrer desses 5 anos... N sei o q poderei fazer... Ou onde procurar ajuda... Se puder me passar alguma orientação fico grata... Pois chego a pensar q ele viverá assim p sempre.
Hoje estou pedindo socorro. Como uma mãe que busca saber como ajudar sua filha. Acho que até eu mesma preciso de ajuda. Jogar fora 4 calcinhas borradas por dia, há meses.... Sabe quando a esperança está escapando pelos dedos da mãos... Pediatra, psicólogo, iogurte de ameixa, mamão, água, supositórios.... Ela simplesmente decidiu que não quer fazer cocô!!! Meu Deus!!! Cruza as pernas e se torce, seu rosto fica avermelhado e suado, em qualquer lugar em que estivermos... O cheiro de cocô parece estar em todo lugar... No início do ano prometi uma boneca da Dora Aventureira, se ela conseguisse usar o vaso por um mês. Ela conseguiu! Ganhou. Mas voltou a estaca 0 em picos meses. Tem evacuado 1 vez por semana. Mas tenho que deixá-la no vaso, suando, quase 1 hora.. Que tortura... Pra ela, pra mim... A neuropediatra disse que ela tem esse transtorno opositor desafiador. Também diagnosticou TDAH. Há dois meses ela toma ritalina todo dia antes da escola.
Anônimo disse…
Ola Simone, ótimo texto, meu filho esta com 3 anos e 3 meses, faz xixi no vaso, mas coco ele faz com naturalidade na cueca...e pior as vezes fala q vai fazer e quando nos oferecemos pra ajuda-lo...no penico ou vaso ele se irrita e diz não. Agora tive meu segundo filho.. Embora ele já fazia coco na cueca antes eu vejo que sera ainda mais difícil.. O que VC acha q posso fazer.. Como aborda-lo? Por gentileza pode me mandar a resposta no meu email priscyllamara hotmail.com
Sand Rocha disse…
Tenho um filho com 3 anos e 3 meses que faz xixi na privada mais o cocô ele faz na cueca mesmo quando fico lembrando ele de que tem que ir ao banheiro...Ele é ressecado e tenho dado remédio para ajudar na evacuação. Mais gostaria de saber como agir para ajudá-lo.
Sand Rocha disse…
Tenho um filho com 3 anos e 3 meses que faz xixi na privada mais o cocô ele faz na cueca mesmo quando fico lembrando ele de que tem que ir ao banheiro...Ele é ressecado e tenho dado remédio para ajudar na evacuação. Mais gostaria de saber como agir para ajudá-lo.
Anônimo disse…
obrigado por este artigo muito esclarecedor ao ler o artigo fiquei a perceber melhor o problema.......
Aos pais que tem o filhos com ressecamento extremo de fezes podem usar um medimento em pó chamado Muvinlax ou PEG 4000. Este último pode ser manipulado em farmacias. Podem dar ate 20 gramas ao dia. Depende do grau de constipacao. Pode ser misturado em suco ou leite. Esta medicaçao nao é um laxante, mas ela amolece o cocô e facilita a evacuaçao evitando que a criança tenha fezes duras. Praticamente nao tem efeitos colaterais e nao tem sabor. Este medicamento nao estimula o intestino mas sim facilita a evacuaçao com o amolecimento das fezes. Nestes casos de encoprese deve - se primeiramente criar o hábito da evacuaçao e nao força-lo como os laxantes comuns que levam agua para o intestino. Com meu filho funcionou ja nao tem tanto medo de fazer cocô e o sofrimento com a dor nao existem mais. Mas ainda faz tratamento com pisicologo uma vez por semana. Vamos tentar usar este espaço para trocar mais ideias e dicas e nao apenas ficar expondo cada caso onde o problema é sempre o mesmo. A encoprese.
Talvez se todos começarem a postar alternativas ou ate contato de profissionais por cidade ou estado este blog poderá ser mais produtivo.
Janice disse…
Oi meu filho tem 5 anos e10 meses ele começou a fazer Coco nas calças um pouco antes da minha separação. Já levei em duas psicólogas a primeira me disse pra ter paciência e esquecer o problema... a segunda disse pra eu tirar tudo q ele quisesse muito pois ele queria chamar atenção. Mas nada disso adiantou, estou esperando tratamento em um Instituto a seis meses ele faz Coco o dia todo algumas vezes ele faz força outras ele diz q não sentiu saindo, faz em qualquer lugar me ajude o que devo fazer, a que área médica devo recorrer? Será que meu filho tem encoprese. Estou desesperada preciso de ajuda. Alguns a pedagoga da escola me indicou um especialista em encoprese mas dois médicos me disseram para leva-lo em um gastro o que vc acha que devo fazer? Desde já muito obrigada
Janice disse…
Oi meu filho tem 5 anos e10 meses ele começou a fazer Coco nas calças um pouco antes da minha separação. Já levei em duas psicólogas a primeira me disse pra ter paciência e esquecer o problema... a segunda disse pra eu tirar tudo q ele quisesse muito pois ele queria chamar atenção. Mas nada disso adiantou, estou esperando tratamento em um Instituto a seis meses ele faz Coco o dia todo algumas vezes ele faz força outras ele diz q não sentiu saindo, faz em qualquer lugar me ajude o que devo fazer, a que área médica devo recorrer? Será que meu filho tem encoprese. Estou desesperada preciso de ajuda. Alguns a pedagoga da escola me indicou um especialista em encoprese mas dois médicos me disseram para leva-lo em um gastro o que vc acha que devo fazer? Desde já muito obrigada
Anônimo disse…
Ola o meu filho tem 9 anos e de 4 meses para ca começou a fazer coco nas cuescas isso acontece varias vezes ao dia mesmo durante a noite. Ele toma banho vai para cama e acorda sujo. Ja fiz de tudo ja bati,ja castiguei tirando as coisas que mais gosta ja coloquei a lavar as roupas interiores dele tudo para perceber que nao é bom o que faz mas sem sucessos.estou desesperada sem saber o que fazer para selecionar o problema me ajudar por favor.
Anônimo disse…
Ola, tenho uma filha de 9 anos que ainda faz coco na calcinha, já conversei com carinho, nunca perdi a paciência, o que poço fazer para ajuda-la, tem um idade que para, qual o melhor tratamento? as vezes fico triste por saber que minha filha possa sofrer algum tipo de bullying, me ajude a resolver isso, desde sempre ela faz isso, obrigado
Anônimo disse…
Olá, tenho um filho de cinco anos, com este problema. Não sei mas o q faço. Já levei em dois pediatras, em um psicólogo e por último em um gastro pediátrico. O último, disse q ele tinha incontinência fecal. Passou uns remédios e até q ele melhorou um pouco. Mas voltou tudo de novo. Fico com vergonha, e às vezes me dói o coração, pois percebo q ele já sente vergonha... Como faço pra me ver livre disso. Pois incomoda a gente e às vezes nos estressamos.
Edilaine Albers disse…
Olá, minha filha de 7 anos também passou por isso, foram 3 meses se sofrimento sendo que 1 mes e meio eu não sabia q isso era um problema, até que mais uma vez a internet me ajudou, quando descobri q se tratava de um problema eu fiquei acuada, não sabia por onde começar nem com que médico passar, mas graças a Deus fui bem orientada, passei ela no gastro pediátrico e em uma semana minha filha não estava mais sujando as calcinhas. Por isso pais é muito importante buscar informações e procurar ajuda especializada.
Edilaine Albers disse…
Olá, minha filha de 7 anos também passou por isso, foram 3 meses se sofrimento sendo que 1 mes e meio eu não sabia q isso era um problema, até que mais uma vez a internet me ajudou, quando descobri q se tratava de um problema eu fiquei acuada, não sabia por onde começar nem com que médico passar, mas graças a Deus fui bem orientada, passei ela no gastro pediátrico e em uma semana minha filha não estava mais sujando as calcinhas. Por isso pais é muito importante buscar informações e procurar ajuda especializada.
suzana suzy disse…
Eu estou passando por isso à um bom tempo meu filho d 7 anos ja nasceu com constipação crônica,mas aos 6 /7anos ele comessou com esse tipo d tormento,pra mim era safadesa ou preguiça, eu via ele se retorcendo perguntava a ele se ele queria ir ao banheiro E ele negava,logo depois sujava a cueca,leva nos ele ao médico a pouco tempo pq ficou uma semana sem evacuar ficou num tratamento a base d fibras e passou a constipação mas ficou assim,eu não bato nele mas brigava mt até ver com meus olhos q ele tem esse vazamento d fezes (dormindo )isso mesmo dormindo ai vim no Google E li sobre esse nome encoprece infantil,por onde começo tratamento? Qual médico procurar?me ajudem to passando um sufoco td hora lavando cueca as aulas irão começar e me preocupo
suzana suzy disse…
Eu estou passando por isso à um bom tempo meu filho d 7 anos ja nasceu com constipação crônica,mas aos 6 /7anos ele comessou com esse tipo d tormento,pra mim era safadesa ou preguiça, eu via ele se retorcendo perguntava a ele se ele queria ir ao banheiro E ele negava,logo depois sujava a cueca,leva nos ele ao médico a pouco tempo pq ficou uma semana sem evacuar ficou num tratamento a base d fibras e passou a constipação mas ficou assim,eu não bato nele mas brigava mt até ver com meus olhos q ele tem esse vazamento d fezes (dormindo )isso mesmo dormindo ai vim no Google E li sobre esse nome encoprece infantil,por onde começo tratamento? Qual médico procurar?me ajudem to passando um sufoco td hora lavando cueca as aulas irão começar e me preocupo
Jo Spadoto disse…
Olá, minha filha tem apresentado, nos ultimos 3 meses, ter "escape fecal" a noite. tem noites que são 5 calcinhas sujas...
Procurei conversar, ja dei bronca...
Na escola ela não tem esse comportamento
o que posso fazer?é encoprese?


Byanca Oliveira disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Byanca Oliveira disse…
Vi esse comentário seu hj sobre seu filho e tenho um filho com 8 anos com o mesmo caso que o seu,,desde pqno q ele faz coco enorme e até hj quando ele faz coco tem q desmanchar se não entope o vaso,VC achou soluçao pra esse problema ?obrigado se puder me ajudar,,me chamo Isaías.
Rodrigo disse…
Boa tarde! Estou escrevendo um artigo sobre encoprese e dificuldades de excreção na infância e peço que me ajudem, respondendo um pequeno questionário, que servirá de auxílio para definir metodologias de tratamento e controle desse difícil distúrbio. Quem puder me ajudar, por favor me comunique pelo e-mail: rodrigo.usp01@gmail.com.
jonh antonie disse…
Minha netinha tem 2 anos e 10 meses e ta com trauma do coco e fica segurando sempre o que eu faço to desesperada. obrigada
Anônimo disse…
Boa Tarde! Estou com esse problema meu filho tem 02 anos e 8 meses, eles segura o coco, transa as pernas, já tentei varias coisa , não é intestino preso porque ele fica segurando e borra a cueca varias veses ao dia, fala que quer fazer coco na cueca, eu falo que não pode mas eu deixo mesmo assim para ver se ele faz , mas não adianta , ele fala pra mim mamãe fazer coco e começa o drama , fico morrendo de dó tadinho , ele pede para limpar , ai vai e começa tudo de novo sem contar que ele as vezes fica assadinho.Será que vou precisar de uma piscicologa pra ele ??
Anônimo disse…
Olá. Meu filho tem 2 anos e 10 meses e desde que tirei a fralda, ele faz o xixi no vaso sem problema algum, porém o coco ele faz na calça. Ele encosta em algum cantinho da casa ou do lugar em que ele esteja, abaixa a cabeça e faz o coco. Em média uma vez ao dia, é um coco bem duro, grande, em algumas vezes tem dificuldade em fazer, fica tentando algumas vezes, chora quando não consegue. Já tentei várias vezes levar ao vaso sanitário, mas não consigo, ele se recusa a sentar no vaso. A alimentação dele tb não é boa. Não come frutas, carnes, verduras, legumes, alimentação a base de arroz e caldinho de feijão, bebe líquido. Não sei o que faço. Devo consultar um psicólogo?
Anônimo disse…
Olá. Meu filho tem 2 anos e 10 meses e desde que tirei a fralda, ele faz o xixi no vaso sem problema algum, porém o coco ele faz na calça. Ele encosta em algum cantinho da casa ou do lugar em que ele esteja, abaixa a cabeça e faz o coco. Em média uma vez ao dia, é um coco bem duro, grande, em algumas vezes tem dificuldade em fazer, fica tentando algumas vezes, chora quando não consegue. Já tentei várias vezes levar ao vaso sanitário, mas não consigo, ele se recusa a sentar no vaso. A alimentação dele tb não é boa. Não come frutas, carnes, verduras, legumes, alimentação a base de arroz e caldinho de feijão, bebe líquido. Não sei o que faço. Devo consultar um psicólogo?
Anônimo disse…
Obrigado pelo artigo, ajudou muito!
graça e antonio disse…
Olá, simone! Minha Filha ten 2 anos e quatro meses. E com dois meses teve infecçäo intestinal, sendo q ela só mama a. MAs ficou boa, no entanto estâ, já um tempo, se prendendo Para näo fazer cocô. Os pediatras me indicaram vários medicamentos. Até o supositório näo está fazendo efeito e percebo q só piora, ela se desespera e EU também. Está virando traumA. So let a sua matéria entendi q o Meu desespero näo ajuda. A minha mäe vive perguntando se ela qr fazer cocô. EU já choreo tendo q sentar ela no vaso força. O q EU fço?
Francisco Miranda disse…
Boa tarde ! Tenho uma filha que hoje tem oito anos. Foi recentemente diagnosticada como autista em nível leve pois apresenta QI normal e não deficitário. Mas ela apresenta há muito tempo problemas para ir ao banheiro , ela segura as fezes e quando defeca as mesmas são muito grandes. Por sua condição de autista , não possui uma alimentação adequada . Existe algum medicamento ou algo similar com fibras que possam estimular mais o seu intestino ? Curioso é que apesar do tamanho as fezes não são secas como li em seu artigo. Ela já teve momentos piores e agora vai de duas a três vezes por semana ao banheiro.
smachado disse…
Olá. Meu filho tem 2 anos e 11 meses e desde que tirei a fralda, ele faz o xixi no vaso sem problema algum, porém o coco ele faz na calça. Ele encosta em algum cantinho da casa ou do lugar em que ele esteja, abaixa a cabeça e faz o coco. Em média 3 a 4 vez ao dia, é um coco pastoso, pouco tipo borando e etc.., em algumas vezes tem dificuldade em fazer, fica tentando algumas vezes, Já tentei várias vezes levar ao vaso sanitário, mas não consigo, ele se recusa a sentar no vaso. A alimentação dele boa. come frutas, carnes, verduras, legumes, suco de futas, bebe líquido. Não sei o que faço. Devo consultar um psicólogo? Já tentei de diversas vezes levar no vaso comprei pinico infantil, e ela tranca as perninhas e segura o tempo todo, isso já vai para um ano.responder sueli@jar.copagaz.com.br
Anônimo disse…
Oi meu nome é Elisangela e meu filho tem 13 anos, ele passa por esse problema desde quando tinha 5 anos. Agora vai fazer um ano q o gastro passou esse medicamento, muvilax, ele amolece as fezes, meu filho não tem mais medo de ir ao banheiro pq não doe mais. Ainda ele suja as vezes a cueca, mas o médico disse que o tratamento é longo e tem q ter paciência, mas ele já melhorou bastante, ele vai ao banheiro sem medo. Bjs
Eliane disse…
Olá, me chamo Eliane tenho um filho de 11 anos, há alguns meses ele está assim fazendo coco na roupa, eu achava que era safadeza dele ou nojo de se limpar, mas isso tem piorado a cada dia, por isso vim pesquisar e entender o que está acontecendo, ele tem emagrecido bastante, não quer sair de casa, se isola dos amigos, está sempre muito irritado, tirando notas baixas, sem ânimo pra nada, poxa estou me sentindo tão mal depois de ler isso e imaginar o quanto está sendo difícil pra ele também, ele esconde as roupas e as vezes até lava antes de colocar as roupas no cesto de roupas sujas pra ninguém ver, eu não sabia nem nunca tinha ouvido falar nesse transtorno encoprese, esse artigo me ajudou a entender um pouco sobre o que está acontecendo com meu filho e agora vou em busca de ajuda para meu filho. Dra. saberia me indicar algum medico que cuida desse transtorno aqui em Aracaju/SE. Que Deus nos conceda a cura pra os nosso filhos. Amém.
denilda disse…
Ola ...eu gostei muito do texto meu filho tem 9 anos e estou passando por isto já nao sei oque fazer me ajude por favor.
Fernanda Silva disse…
Olá, boa tarde. Eu tb estou passando por esse problema. Meu filho tem 4anos, a 5 meses comecei o acompanhamento psicológico, estamos fazendo treinamento, sempre após as principais refeições, já estamos 10 minutos no vaso, não estou vendo resultado o que estou fazendo de errado???, estou muito preocupada. Me ajuda.
Luciane Estara disse…
Por favor preciso de ajuda minha filha tem constipação, as vezes são enormes e duras, faz uso de laxantes mas mesmo assim é um sofrimento ir ao banheiro, como devo proceder??? Necessito de ajuda, nem sei por onde começar
claudiana disse…
tenho um filho que tem esse problema já andei muito e ninguém me falou a real teve uma médica que falou que isso era frescura dele.com isso sofre ele e sofre a "família" pois ele sofre buling na escola e até entre família mesmo.tem algum exame que possa dar um diagnostico mais preciso?
Anônimo disse…
Oi minha filha tem 8 anos e sempre suja as calças as vezes várias vezes no dia.
Pergunto a ela se fez coco ela responde q não sabe tem q ir ver .
Não sei o q fazer já levei ela na psicóloga ela não diz nada de concreto,me deixou mais perdida do q eu já estava.
Estou desesperada se vc puder me ajudar de alguma forma ficarei muito grata.
Não sei mais o q fazer
Kenya Cassia disse…
Boa tarde Dra. , na verdade estava olhando seu Blog , e estou meio desesperada, meu filho tem 12 anos, ele retém as fezes por dias , e suja a cueca.. Qdo converso com ele que ele tem que fazer coco, ele me diz que doí e tem medo.. Normalmente as fezes dele são duras e muito muito grandes, ele não senta no vaso sanitário , só faz coco no box do chuveiro...

Estou precisando de ajuda-lo, to muito preocupada, hoje sai de casa para trabalhar , ele já tem uns 5 dias que não vai ao banheiro, e falo pra ir fica nervoso, está com medo de doer , como a ultima vez...

Pelo amor de Deus me ajuda, meu filho está precisando de ajuda, que medico tenho que procurar, o que tenho que fazer, Qual tratamento... Estou em Belo Horizonte -MG - Deus abençoe - ( kenyacassia91@gmail.com )
Wilkinsan disse…
Tenho um primo q tem 6 anos mas ele faz xixi acordado e disse q não senti o q faço?
Marjory Bueno disse…
olá doutora meu filho tem 06 anos efaz Côco e xixi nas calças e faz na frente de todos sem vergonha nenhuma ele faz e continua brincando quando a gente sente o cheiro ele já tinha feito na escola a mesma coisa cai no chão ele sai e continua brincando e quando fica na cueca ele não fala as professoras que sente o cheiro e me chama eu já bati já coloquei de castigo terei as coisas que gosta mas não adianta é Côco e xixi ele faz na frente de todos e não tem vergonha nenhuma ele teve problema nos rins mas hoje está bem e tem pressão alta eu tirei as fraldas um mês antes de ele entrar no jardim 1 ele ia no banheiro sem problemas nenhum mas quando entrou no jardim 2comecou a fazer isso ele tem uma irmã de 2e9 ela já tá saindo das fraldas quando faz Côco na fralda ela se esconde e não gosta que alguém veja ela fazendo alcontrario dele ela já pede para ser trocada me ajudem
Karyne Almeida disse…
OLÁ! ME CHAMA KARINE E TENHO UM FILHO DE 5 ANOS , ELE NÃO FAZ COCO NO BANHEIRO DE JEITO NENHUM,O XIXI ELE FAZ BONITINHO , MAS O COCO, FAZ NA CUECA. TO NA LUTA PRA ENSINAR ELE A FAZER NO VASO.QND FAZ ELE ESCONDE E FICA COM VERGONHA, AS VEZES Q VEJO QUE ELE ESTA QUERENDO FAZER LEVO ELE E SENTO NO VASO, MESMO ASSIM ELE NÃO FAZ , PARECE QUE TRAVA. EU JA TENTEI TUDO QUE PODIA , JA BRIGUEI ;BATI COLOUEI DE CASTIGO ,JA CONVERSEI COM JEITO ,SENTO ELE NO VASO E FAÇO MASSAGEM NA BARRIGA DELE MAS ELE NÃO CONSEGUE FAZER. JA CONVERSEI COM A PEDIATRA E ELA FALOU Q AOS POUCO ELE VAI CONSEGUIR, MAS NÃO VEJO PROGRESSO PARECE QUE E UMA COISA Q NÃO E DELE ENTENDE. FICO MUITO PREOCUPADA. POR FAVOR ME DA UMA LUZ
Karyne Almeida disse…
OLÁ! ME CHAMA KARINE E TENHO UM FILHO DE 5 ANOS , ELE NÃO FAZ COCO NO BANHEIRO DE JEITO NENHUM,O XIXI ELE FAZ BONITINHO , MAS O COCO, FAZ NA CUECA. TO NA LUTA PRA ENSINAR ELE A FAZER NO VASO.QND FAZ ELE ESCONDE E FICA COM VERGONHA, AS VEZES Q VEJO QUE ELE ESTA QUERENDO FAZER LEVO ELE E SENTO NO VASO, MESMO ASSIM ELE NÃO FAZ , PARECE QUE TRAVA. EU JA TENTEI TUDO QUE PODIA , JA BRIGUEI ;BATI COLOUEI DE CASTIGO ,JA CONVERSEI COM JEITO ,SENTO ELE NO VASO E FAÇO MASSAGEM NA BARRIGA DELE MAS ELE NÃO CONSEGUE FAZER. JA CONVERSEI COM A PEDIATRA E ELA FALOU Q AOS POUCO ELE VAI CONSEGUIR, MAS NÃO VEJO PROGRESSO PARECE QUE E UMA COISA Q NÃO E DELE ENTENDE. FICO MUITO PREOCUPADA. POR FAVOR ME DA UMA LUZ
TigerDualBr disse…
OI BOA TARDE TIVE ESSE PROBLEMA COM MEU FILHO QDO CRIANÇA HJ COM 13 ANOS TUDO PIOROU ELE VAI AO BANHEIRO A CADA 2 SEMANAS SE EU NAO COLOCAR ELE AO BANHEIRO JA DEI TUDO QUE POSSA IMAGINAR TUDO MSM TUDO MESMO NAO CONHEÇO REMÉDIO DIFERENTE QUE NAO DEI ATE AGORA VERDURAS SAO CONSTANTE MAS MESMO ASSIM AS FEZES DELE E SECA COMO FARELO DURA PARECE ARGILA NAO SEI MAIS QUE FAZER
Bianca Pereira disse…
Oi meu filho tem 5 anose ano passado levei ele no médico e o mesmo receitou Muvinlax é um regulador intestinal e ajudou muito pq eu fazia o seguinte: trazia ele da escola dava o que comer esperava uma meia hora e dava o muvinlax num suco e depois espera mais meia hora e colocava ele no banheiro depois de uma semana ou duas ele começou a evacuar mas o tratamento q eu fiz durou cerca de 3 meses mas deu certo .
Anônimo disse…
Boa tarde.
Tenho um filho de 6anos e o mesmo está sempre com borrado de coco na cueca e muitas vezes acaba fazendo xixi tbm. Não sei mais o que fazer ja tentei a conversa,deixei de castigo mais continua sempre fico perguntando se quer ir ao banheiro ele fala que não é quando vou ver já fez nas calças.
Até na escola ele ja fez e tenho medo das outras crianças zombarem dele.
Como descubro se realmente é esse o problema que ele tem????

Mais Visitados