Livro para criança: Quem soltou o PUM?



A história é simples, mas a sacada é das boas: imagine um cachorrinho de estimação que se chama Pum! Daí dá para tirar diversos trocadilhos, criando frases e situações realmente hilárias.

É um tal de não conseguir segurar o Pum, que é barulhento e atrapalha os adultos, que dizem que o Pum molhado, em dia de chuva, fica mais fedido ainda, o que faz o menino passar muita vergonha. Pobre Pum. E pobre dono do Pum!
Mas não tem jeito, com o Pum é assim mesmo: simplesmente ninguém consegue evitar que ele escape e cause certos inconvenientes.

Comentários

Carol disse…
Defendo muito o tratamento precoce da ansiedade, comecei a ter síndrome do pânico aos nove anos. Sempre tive insônia devido ao "café com leite" que várias crianças da minha época tomavam. O pânico começou quando percebia que todos iam dormir e eu ficaria acordada, começava a anoitecer e o pânico vinha. Tive várias crises ( tontura, confusão , medo insuportavelmente algo que não sabia, depois os vômitos e por fim uma dor de cabeça muito forte). Meu neurologista me diagnosticou com disritmia e tomei 4 anos de Tegretol! Que é óbvio não melhorou em nada as crises!A pessoa que mais me ajudou foi uma psicóloga que indicou o Ansitec, foi ótimo ter algo que abortava a crise! Por isso sofri muito até entender que não era nada demais, sempre achei ter algo incurável , e hoje vivo perfeitamente bem e medicada!Criancas sofrem muito , ser ansiosa é correr atrás do vento, é se sentir em perigo o tempo todo, é exigir mais que podemos dar!

Mais Visitados