Estudo Indica que Crianças com Problemas Mentais Praticam Mais Bullying


Segundo estudo, crianças que possuem algum tipo de transtorno mental são três vezes mais propensas a praticar bullying contra os colegas. A pesquisa foi apresentada nesta segunda-feira, 22, na Conferência Nacional da Academia Americana de Pediatria, em Nova Orleans.

O bullying, muito comum no ambiente de convívio educacional ou de trabalho, é uma agressão física e verbal cometida de forma intencional e repetida. Com base nos estudos realizados com estudantes entre 6 e 17 anos, 20% dos entrevistados afirmaram ter sofrido bullying recentemente.

Apesar de haver uma série de pesquisas sobre o comportamento e as consequências sofridas por uma vítima dessa agressão, poucas análises foram voltadas para o perfil psicológico dos agressores.

A partir de uma revisão da Pesquisa Nacional de Saúde da Criança, feita há cinco anos, os pesquisadores puderam constatar que os pais dos praticantes de bullying atribuíram características comuns aos filhos, como depressão e TDO (distúrbio de comportamento desafiador). Essas pessoas apresentaram uma maior propensão à prática d bullying.

Segundo a autora do estudo Frances Turcotte-Benedict, é necessária a realização de mais pesquisas voltadas para os "valentões", pois fica comprovado que eles também precisam de um apoio psicológico, tanto quanto as vítimas da agressão.

Fonte: O Povo

Comentários

Mais Visitados