As crianças hoje são mais inteligente que as do passado?

Por Italo Sobrinho

É normal você ouvir por ai que hoje as crianças já sabem mexer em tudo, sabe mexer num DVD, computador entre outros, e comparamos as nossas crianças as crianças do passado falando que as de hoje sabem fazer milhares de coisas.

Mas será mesmo?

Em certa parte sim até porque as famílias tende a reforçar comportamentos desejáveis desde muito cedo, colocando crianças em cursos de inglês, fazendo natação, indo pra escola cada vez mais cedo e interagindo com pessoas o tempo todo, com classes de respostas diferentes. A criança por meio da modelação e modelagem acaba se comportando igual, sendo reforçada por essa comunidade verbal (nossa sociedade)

Mas um ponto a ser analisado é que as crianças do passado apesar de não ter tido uma estimulação tão cedo eles eram crianças que eram reforçadas em outros âmbitos; É normal uma criança de hoje saber mexer num computador, mas crianças no passado sabiam como cuidar de uma plantação, sabiam fazer trabalhos manuais pois precisavam ajudar os pais e com eles aprendiam o que era valorizado naqueles tempos.

Os comportamentos a serem reforçados provavelmente mudou, pois utilizamos o reforçamento para comportamentos que a criança use já para seu futuro profissional, hoje um adulto que sabe falar um segundo idioma e sabe mexer em computador, é considerado um profissional diferenciado. Apesar que isso já está se tornando obrigatoriedade no mercado de trabalho.

No passado uma criança poderia até virar um cozinheiro mas não necessariamente ela iria trabalhar com cozinha, mas a probabilidade de ter um grande numero de crianças que sabiam cozinhar era muito alta, principalmente meninas que viviam com as mães e ajudava na cozinha.

O que reforçamos com o passar do tempo é que difere as crianças, não é que as crianças do passado seja mais ou menos burra do que a de hoje, mas a comunidade verbal reforça comportamentos diferentes do que era no passado
 

Nenhum comentário: